Anúncios

sábado, 11 de março de 2017

A História: os 30 anos de "Mothers Of The Disappeared"


A história da origem da faixa de encerramento (e mais experimental) de The Joshua Tree tem causado confusão ao longo dos anos. Algumas vezes, Bono afirma que foi inspirada em sua viagem de 1986 para El Salvador e Nicarágua. Outras vezes, ele diz que surgiu como resultado de conhecer uma artista/ativista chilena no mesmo ano.
A parte triste da história não é a confusão de um cantor de rock, mas o por que. Muitos dos países da América Central e do Sul devastados pela guerra civil e aterrorizados por ditadores, compartilhou uma experiência em comum. Dissidentes e jovens estudantes haviam protestado destes regimes brutais apenas para ser tornarem "desaparecidos" por esquadrões que iriam capturar essas pessoas, torturá-los, matá-los e enterrar os corpos em valas clandestinas na selva.
Isto aconteceu em El Salvador, Chile, Argentina e em outros lugares. Em cada país, as mães que perderam seus filhos se tornaram um tipo diferente de organização de protesto, conhecidas como as 'Mães Dos Desaparecidos'. Depois de aprender sobre estes grupos, que tiveram raízes na década de 70 e 80, Bono foi inspirado para escrever a canção "Mothers Of The Disappeared".
"Eu tenho um tipo de relação de amor e ódio com a América. Eu adoro o lugar, eu amo as pessoas. Uma das coisas que eu odeio é que um povo tão confiante poderia ter colocado sua confiança num cara como Ronald Reagan", Bono disse em uma entrevista de rádio de 1987. "Não há nenhuma dúvida em minha mente que o povo da América, através dos seus impostos, está pagando pelo equipamento que é usado para torturar pessoas em El Salvador. Em minha viagem... eu me encontrei com mães cujos filhos tinham desaparecido. Elas nunca encontraram seus filhos ou onde os seus corpos foram enterrados. Eles estavam presumidamente mortos."
Bono entoa, no verso de abertura: "Meia-noite, nossos filhos e filhas / foram arrancados e levados de nós / ouvimos seus batimentos / nós ouvimos seus batimentos cardíacos."
Então, como em "Bullet The Blue Sky", Bono encontrou um ângulo que se aplicava a versão americana de The Joshua Tree. Nesta canção de encerramento, como um hino, ele estava representando o que percebeu como os males da atual política de negócios estrangeiros do país. Enquanto "Bullet The Blue Sky" usava um rock n roll americano encorpado no combate as guerras sujas, "Mothers Of The Disappeared" foi em uma direção experimental, desprovida de muito da música baseada em raízes em outras partes do LP.
"Consequentemente, o som, que era um som que Brian [Eno] surgiu com ele para o loop de bateria que inicia "Mothers Of The Disappeared", foi muito, muito sugestivo dessa escuridão sinistra do esquadrão da morte", Adam Clayton disse em Classic Albuns.
O som em loop de bateria de Larry Mullen Jr. tocando em seu instrumento, foi mexido por Eno através de uma ferramenta chamada PCM70.
"É essa caixa que vai ressoar certos tons quando você escolhê-los. E Brian se tornou um mestre de usar esta caixa", disse o co-produtor Daniel Lanois recordou. "Ele poderia realmente realizar mudanças de acordes conforme a música estivesse avançando. Mas esse tipo de efeito monótono tornou-se muito a personalidade da música."
As qualidades austeras e experimentais da música fez dela uma música que não era a mais fácil de tocar em um show, embora o U2 tenha incluído ela em diversos shows na turnê de The Joshua Tree. A banda desde então tocou "Mothers Of The Disappeared" apenas em nome de uma causa, tendo tocado ela com muitas das mães reais no Chile e Argentina, durante shows da banda em turnês pela América do Sul. Uma das performances no Chile, em 1998, também foi transmitida ao vivo para o continente e ajudou a inspirar um subsequente protesto contra o ex-governante militar (e atual Senador) Augusto Pinochet no Parlamento do país.
"Assim, desde então, aconteceram muitas mudanças no Chile", Bono disse em uma entrevista de rádio de 1998, "e foi bom sentir que nós tínhamos uma pequena parte nisso."

Do site: Diffuser
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...