"Song For Someone" 360 Version

Anúncios

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Os primeiros esboços de capas para o que viria a se tornar 'The Joshua Tree'


The Joshua Tree. Um álbum com uma capa icônica. Ou na verdade, muitas capas.
As notas no encarte do álbum original informam que a fotografia foi feita por Anton Corbijn, o design e layout por Steve Averill e a arte da capa pela The Creative Dept. Ltd. Esse era o nome da empresa de design que Steve Averill abriu em 1983, e ele usou esse nome até o lançamento de 'The Joshua Tree'. Enquanto trabalhava sob esse nome, Averill foi responsável por uma série de capas, incluindo Under A Blood Red Sky. O nome seria mudado para Works Associates em 1988 e mais tarde, a familiar Four5One, e atualmente é Amp Visual.
O trabalho de design de Averill teve início em The Joshua Tree antes que o álbum tivesse um nome. Nas fases iniciais do trabalho de design, o álbum contou com uma borda verde em volta de três lados de uma imagem em preto e branco. O texto em dourado foi uma primeira parte do projeto em que a ideia se manteve até a capa definitiva. Nestes projetos, o nome U2 está acima, no canto superior direito da imagem. À direita do texto e abaixo dele tem um espaço reservado para um futuro título a ser escolhido, e lemos "The New Album Title" com cada palavra em uma linha separada. Há um pequeno espaço quadrado reservado no canto, entre o "U2" e o "The". E embora difícil de ver nas imagens, uma linha dourada contorna a foto. Há também uma linha horizontal no "Title".
A primeira imagem mostra uma carcaça de caminhão abandonada, enferrujada no deserto, com algumas montanhas no fundo e um pequeno arbusto atrás do caminhão. A segunda imagem também parece ser uma paisagem desértica, mostrando um velho avião, com três pessoas desconhecidas na frente dele, com grandes bagagens atrás. Uma das pessoas parece ser uma criança.


Assim que o álbum ganhou um nome, e o projeto progrediu, a borda verde foi abandonada e uma borda branca foi escolhida, com a silhueta da árvore icônica. A capa apresentava uma foto de Zabriskie Point, no Vale da Morte, em preto e branco, cercada em três lados pelo branco. "U2" foi colocado acima da imagem no canto superior direito, e "The Joshua Tree" abaixo da imagem. Ambos estão em texto cinza.

A próxima iteração da capa recebeu a mesma foto de Zabriskie Point como na capa anterior, e se espalhou na capa inteira. O álbum ganhou aqui as conhecidas barras pretas acima e abaixo da imagem e uma fina borda dourada na parte de cima e de baixo da imagem. Neste caso, todo o texto foi colocado acima da foto, no que parece ser uma caligrafia escrita "The Joshua Tree U2". Esta ideia para o álbum, é de que seria uma capa dobrada, onde mostraria esta imagem de Zabriskie Point na frente e a banda só seria vista na parte de trás da capa.

Em uma entrevista para a Soundbard, Averill falou sobre as ideias de uma paisagem única. "Nós conseguimos a capa do álbum com bastante rapidez. Eu tentei uma opção onde havia apenas a paisagem na capa — com um disco de jazz ECM, sem a banda. Parecia bom, mas não era o que nós procurávamos. Chegamos muito rapidamente na imagem cinematográfica. Anton e eu escolhemos as fotos juntos e testei várias coisas. Foi um processo suave."

Do site: U2 Songs (antigo U2 Wanderer)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...