"Song For Someone" 360 Version

Anúncios

segunda-feira, 17 de abril de 2017

As primeiras impressões sobre "XXX", a canção de Kendrick Lamar com participação do U2


Quando o mundo descobriu que o tão aguardado novo disco do Kendrick Lamar, 'DAMN', tinha uma colaboração intitulada "XXX" com o U2, fãs ficaram à espera pela revelação. Hoje não há um artista contemporâneo que gera mais boa vontade que Lamar, e não há nenhuma outra banda de rock que instintivamente provoca mais aversão do que o U2 (as críticas surgiram à partir de 'Rattle And Hum' em 1988). Como soaria uma união entre estas mentes espirituais, de consciência social e de alguma forma, artistas messiânicos? Isso seria um sampler de um dos hinos inéditos do U2 para ser tocado em um estádio, ou seria Bono e The Edge, improvisando uma nova fanfarra grandiosa para complementar as letras de Lamar?
De qualquer forma, a expectativa era que Lamar estava usando o U2 para ser grande, talvez de forma perigosa. Dias antes de 'DAMN' ter sido lançado, houve especulações de que "XXX" não seria nada menos do que "a canção mais hipócrita de todos os tempos". Mas, na realidade, "XXX" não é grandiosa, nem particularmente hipócrita, mas sim uma peça incerta e profundamente preocupada sobre a natureza auto destrutiva dos Estados Unidos.
"XXX" é, na verdade, duas canções em uma. A primeira metade é uma parábola de vingança com alusões ao Antigo Testamento, com sintetizadores e sirenes com base no Reptilian 808. Lamar ouve de um amigo que seu único filho foi assassinado - uma referência ressonante para a Sexta-feira Santa - e que leva Lamar a ficar em torno de fantasias de vingança que beiram a blasfêmia.
O U2 não entra em "XXX" até a segunda metade, embora não seja com o esperado estilo de 'The Joshua Tree' que muitos anteciparam. Por outro lado, este é o modo 'Zooropa' do U2, com uma ênfase especial sobre a interação entre Adam Clayton e Larry Mullen Jr. A guitarra de The Edge, entretanto, está faltando. (Será que é The Edge tocando esses simples acordes gospel de piano? Se não for ele, então ele deve ter sido relegado para participar em qualquer outra função durante a sessão de gravação).
Nesta seção de "XXX", Lamar gira em torno da parábola do sermão, que conduz diretamente a uma cultura que está constantemente em guerra consigo mesmo, o que implica uma ligação entre a sede de vingança na primeira parte da canção com o círculo sem fim dos americanos em destruir outros americanos com uma sensação constante de agravamento. Mais uma vez, as conotações religiosas são claras: "Ave Maria, Jesus e José / A grande bandeira americana está embrulhada e levada com explosivos", cantou Lamar. Em seguida, mantém a ligação da violência de rua com a corrupção em Wall Street, onde "os empregados e patrões com pensamentos homicidas" levam ao horror da presidência de Donald Trump.
O gancho vocal de Bono transmite grandes verdades sem um sentido literal: "Não é um lugar / este país é o som do drum and bass / feche os olhos e você olha à sua volta". Bono parece sugerir que é um tema familiar para muitas músicas do U2: a humanidade que se sente deslocada perpetuamente em todos os sentidos - fisicamente, emocionalmente, espiritualmente - que inevitavelmente ergue nossos olhos para o céu em busca de orientação e com a esperança de libertação. Mais tarde, Lamar destila este sentimento com uma pergunta: "Mas a América do Norte é honesta ou desfrutamos do pecado?"
A coisa notável sobre "XXX" é como Bono, um dos maiores artistas do rock, está sob as ordens de Lamar, permitindo essencialmente ser usado como uma cor de tinta em uma grande tela. A conjectura (ou medo) era que o U2 comandasse Lamar, mas é claro que todas as partes envolvidas nunca duvidaram de que Lamar deveria estar com total controle.
Ao ouvir "XXX" em um primeiro momento, lembra instantaneamente "The Wanderer", a canção que fecha 'Zooropa'. Naquela época, o lugar do U2 na cultura era mais semelhante onde hoje está Lamar - o U2 era visto como à prova de balas artisticamente e moralmente exemplar. Mas em "The Wanderer", o U2 decidiu ceder o centro das atenções para um ícone mal-humorado que há pouco tinha caído em tempos difíceis, Johnny Cash.
Como homens com uma intensa necessidade de passear por terrenos acidentados em um mundo cheio de cicatrizes, Lamar e U2 certamente parecem ser almas gêmeas.



Do site: UPROXX.com
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...