"Song For Someone" 360 Version

Anúncios

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

James Hetfield chama os álbuns Load e Re-Load de "versão U2 do Metallica"


James Hetfield, vocalista do Metallica, acredita que o falecido baixista Cliff Burton teria sido resistente ao caminho que banda seguiu começando com o 'Black Album', em 1991.
Burton morreu em 1986 quando o Metallica estava na estrada fazendo shows do disco lançado naquele ano, 'Master Of Puppets'.
Em conversa com o Team Rock, Hetfield disse que não se sente confortável com o visual que a banda adotou na época, e que Burton talvez não tivesse permitido que aquilo acontecesse, e que também o baixista teria algo a dizer sobre os discos seguintes, Load e Re-Load, que Hetfield define como "reinvenção ou a versão U2 do Metallica."

A comparação com o U2 é em relação à reinvenção na sonoridade, como aconteceu após 'Rattle And Hum', com o disco 'Achtung Baby', e a mudança do visual. 

Assista ao vídeo de uma das faixas de Load, "Mama Said", muito diferente do que o Metallica vinha fazendo:



O vocalista do Metallica contou: "O 'Black Album' é um grande álbum e é bom saber que tivemos coragem de trazer Bob Rock para trabalhar conosco. Quando ouço o trabalho anterior, '... And Justice For All', percebo que não poderíamos ter ficado naquilo. Precisávamos era de outros ouvidos confiáveis e Cliff provavelmente teria interferido e trazido coisas diferentes, feito seu baixo aparecer mais e essas coisas todas. Ele teria sido meu aliado contra aquilo tudo, a reinvenção do Metallica em versão U2. Eu não me sentia muito confortável com aquilo. Há muitas grandes canções mas a imagem que adotamos não era necessária. E compusemos coisas demais, o que acabou diluindo a força do material. Acredito que Cliff concordaria com tudo isto".

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...