Anúncios

sexta-feira, 15 de maio de 2015

U2 é parabenizado por destacarem em sua nova turnê, a situação das famílias em luto e sobreviventes dos atentados de Dublin e Monaghan


O Justice For The Forgotten, um projeto da organização não governamental do Pat Finucane Centre, parabenizou o U2 por destacarem em sua nova turnê, a situação das famílias em luto e sobreviventes dos atentados de Dublin e Monaghan.
A canção "Raised By Wolves" lida com o impacto direto e pessoal desse dia, quase 41 anos atrás, quando três carros bombas explodiram em Dublin e um quarto causou devastação em Monaghan, em 17 de maio de 1974.
As bombas mataram 34 pessoas, incluindo uma mulher grávida e seu bebê.
É a maior perda de vidas em um único dia de conflito e embora reivindicado pela Força Voluntária do Ulster, evidências indicam o envolvimento do exército britânico e da inteligência britânica.

O Justice For The Forgotten e o Pat Finucane Centre em nota sobre a iniciativa do U2:

"Durante a performance da canção, imagens do evento e fotos das vítimas são mostradas no palco. O Justice For The Forgotten foi incluído no programa oficial (tour book) da turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE da banda, e destacando que ninguém tem sido levado à justiça, o U2 se junta a milhares de vozes, incluindo todo o Parlamento Irlandês, que apelaram para a liberação de documentos confidenciais sobre o atentado a uma terceira parte judicial."

As famílias dos que morreram e os que sobreviveram às explosões de bombas também receberam bem o que os grupos de campanha chamam de decisão de princípio do U2.

O dubliner Pat Fay, cujo pai, Patrick (um funcionário de 47 anos) foi morto na explosão em Parnell Street, disse:

"Uma das bandas mais populares do mundo está emprestando seu apoio ao nosso pedido de verdade. A turnê deles pelo mundo deve durar até dois anos. Vai haver um foco sobre os atentados de Dublin e Monaghan em todos shows de Nova York e Turim, e em Berlim e Barcelona. Isto significa que o mundo finalmente vai ouvir sobre a enorme injustiça infligida às famílias que sofreram perdas devastadoras."

Bernadette Joly, que estava com 23 anos quando ela sofreu lesões graves em ambos os braços por causa dos estilhaços da bomba na Talbot Street, disse:

"Saudamos enormemente a decisão do U2 em destacar nossa perda e nossa necessidade de justiça e verdade. Finalmente, nós sentimos que o mundo ouvirá nossa situação e exigirá que Londres abra os arquivos e mostre a verdade."

Do site: www.anphoblacht.com
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...