Anúncios

quarta-feira, 20 de maio de 2015

"The Electric Co." com trecho de "Send In The Clowns" faz sua estreia na turnê iNNOCENCE+ eXPERIENCE



Ontem, o U2 realizou a segunda noite de shows no SAP Center em San José, Califórnia, pela nova turnê iNNOCENCE+ eXPERIENCE 2015.
Na canção de abertura, The Miracle (Of Joey Ramone), Bono no final deu feliz aniversário à Joey Ramone, que ontem completaria 64 anos de idade se estivesse vivo.
A segunda canção da noite, uma estreia na turnê: "The Electric Co.", do disco 'Boy' de 1980, que não era tocada ao vivo desde 2005 na Vertigo Tour. E para reviver a inocência, Bono incluiu um trecho de "Send In Clowns" de Stephen Sondheim (assim como aconteceu em 1983, quando o U2 levou uma multa por direitos autorais no lendário show em Red Rocks).
Bono aproveita a canção para apresentar a banda, e agora se refere à Larry Mullen, como sendo o Jnr e também o Senior.

Bono também incluiu um trecho de "I Can See For Miles" do The Who em homenagem ao aniversário de Pete Townshend.
O U2 vem nestes primeiros shows, encontrando a melhor forma de apresentar as canções ao vivo, e nesta apresentação já vimos algumas mudanças que podem ser definitivas para o restante da turnê.
Em "Iris (Hold Me Close)", The Edge (como na noite anterior) começou fazendo notas nas harmônicas da guitarra antes do loop da canção entrar. Nos shows em Vancouver, entrava o loop direto. Ele terminou a canção neste show em San José, também com harmônica. A canção foi dedicada à Sheryl Sandberg (membro da ONE) e seu falecido marido, Dave Goldberg, que morreu no início deste mês.
Abaixo, a performance da primeira noite em San José, com as notas nas harmônicas:

Em "Sunday Bloody Sunday", desta vez The Edge não utilizou o violão.

Edge tocou com a sua guitarra Strato preta, a que utiliza também em "Where The Streets Have No Name".

A chuva de recortes continua em "Until The End Of The World".

"Desire" e "Sweetest Thing" (dedicada à Jony Ive, designer da Apple, que está na foto abaixo) voltaram ao set, e a banda muito mais entrosada, realizou excelentes performances.

Aliás, Bono neste show estava com todas as letras na ponta da língua.

Em "Bullet The Blue Sky", pela primeira vez nesta turnê, The Edge tocou a guitarra da introdução original da música, com slide, e na parte do vocal colocou wah wah como fazia na ZOOTV e na Popmart. Uma versão bem melhor da que vinham apresentando até agora nos shows desta turnê.

No setlist impresso da banda, "The Troubles" estava listada para fechar a segunda parte do show. E novamente, como aconteceu na primeira noite, a banda desistiu de tocá-la. Em seu lugar, apresentaram "Bad", que trouxe um trecho de "Moment Of Surrender".
Para terminar o show, a nova versão de "One", que agora é tocada 100% ao vivo pelos 4 integrantes do U2. Ela não traz teclados, loop, orquestração, nada. É somente baixo, bateria, guitarra e voz.


Vazou ontem uma foto do setlist que estava em um monitor da mesa de som, e ele trazia duas canções extras como opções para a banda tocar: "When Love Comes To Town" e "I Still Haven't Found What I'm Looking For". Nenhuma das duas foi tocada.
Uma segunda foto do monitor da mesa de som, mostra outras canções que a banda ensaiou para a turnê, e que ainda não foram tocadas, e devem aparecer em breve: "Ordinary Love", "One Step Closer", "Elevation". Outra escrita é "Angel Of Harlem" (Versão Slane Castle).
Mas a grande surpresa da lista é "Numb", que talvez possa ser um vídeo no intervalo do show, como está acontecendo com "The Wanderer".

Agradecimento: Márcio Fernando (U2 SONGS)

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...