"Song For Someone" 360 Version

Anúncios

domingo, 25 de setembro de 2016

Especial 40 Anos de U2: 1985-1990 - A Conquista da América e Sucesso Mundial


O momento mais extraordinário em sua carreira até aquele momento veio na sua turnê em 1985 quando se apresentaram no Live Aid perante uma audiência de 1 bilhão de espectadores no mundo todo.


Bob Geldof, também de Dublin, havia organizado o show para arrecadar dinheiro para a fome etíope.
Depois do Live Aid, Bono passou um mês na Etiópia e descreveu-a como uma "experiência profundamente comovente estar no olho do furacão da fome."
No ano seguinte, e mais perto de casa, o U2 se apresentou no concerto Self Aid no RDS em 17 de Maio de 1986, com o qual foi previsto a criação de empregos e levantar fundos para a Irlanda, onde um quarto de milhão de pessoas estavam desempregadas.
Apesar de levantar cerca de £ 500.000 (635.000 euros atuais), o benefício foi considerado um fracasso, porque muitos sentiram que os únicos que podiam lidar com o problema era o governo, até então nas mãos do partido liderado por Garret Fitzgerald do Fine Gael .
O U2, então, questionou suas ações com The Edge dizendo: "Foi um gesto que era tudo sobre as esperanças e as aspirações e muito pouco sobre as respostas reais, alguém realmente se beneficiou no sentido de trabalho?"
O U2 também se apresentou na 'Conspiracy Of Hope Tour', promovendo o grupo de direitos civis, Anistia Internacional.
As sete datas da turnê arrecadou cerca de 3,24 milhões de euros pela Anistia Internacional e os shows ao vivo permitiram ao U2 trabalhar em músicas de seu próximo álbum. No entanto, as sessões de gravações levou mais tempo do que o esperado.
Brian Eno, que co-produziu o álbum com o canadense Daniel Lanois, revelou: "Todo mundo estava olhando para abrir novos caminhos. É por isso que demorou tanto tempo. "
Bono admitiu que as lentas sessões de gravações colocaram pressão sobre o seu casamento. Ele brincou com a revista americana Rolling Stone dizendo como o casamento e turnê realmente não se dão bem. Ele disse: "Eu vivo com uma pessoa muito forte e ela me joga fora de vez em quando.
Quase não vi minha esposa por um ano. 1986 foi um ano extremamente ruim para mim. É quase impossível de se casar e estar em uma banda em turnê."


Enquanto o U2 tinha se tornado uma das bandas emergentes dos anos 80, não se tornaram realmente gigantes até o lançamento do ano de 1987, 'The Joshua Tree', que surgiu da fascinação do U2 com a América.
Bono disse: "Para mim, a América é Miles Davis, Bob Dylan, Janis Joplin, Jimi Hendrix, e grandes bluesmen, e cantores gospel, e os enormes espaços, grandes poetas e escritores."
Mas a música de 'The Joshua Tree', "Bullet The Blue Sky", foi mais longe, a ousadia de desafiar a política externa dos Estados Unidos.
Bono explicou mais tarde: "Só fomos com essa nossa crítica da América porque as pessoas sabem que nós gostamos de estar na América."
E os Estados Unidos os amaram de volta com 'The Joshua Tree', tornando-se seu primeiro LP número 1 na América do Norte, e a revista Time colocou a banda irlandesa em sua capa anunciando -lhes como "Rock’s Hottest Ticket".

Mas, atingindo o seu primeiro auge criativo e comercial, o U2 foi jogado ao mar com o álbum sucessor, 'Rattle And Hum', um álbum duplo e um documentário que capturou a turnê de 1987 pelos EUA.

Apesar de singles de sucesso como "Desire" e "Angel Of Harlem", críticos odiaram, dizendo que era uma cópia exagerada de rock feito em estádios.

No entanto, The Edge mais tarde afirmou que o álbum foi um fiasco apenas para os críticos.
Ele disse: "Eu acho que muitas pessoas que compraram o álbum 'Rattle And Hum' gostaram, ao contrário daqueles que obtiveram cópias gratuitas para criticar. Eu ainda acho que é bom, embora não haja essa percepção equivocada de que tínhamos deixado completamente o planeta Terra, e nos comparado à Elvis Presley, Bob Dylan e The Beatles, que foi algo completamente oposto à nossa intenção. Foi realmente um monte de besteiras."
Com inúmeros livros não oficiais do U2 chegando às lojas, o empresário Paul McGuinness, em seguida, decidiu que era hora de encomendar uma biografia oficial do U2, e escolheu o escritor de esportes Eamon Dunphy para fazê-lo.
Mas nem a banda e nem Dunphy gostaram da experiência. O biógrafo registrou a banda num momento em que eles estavam em uma transição e infelizes de serem lembrados de seu passado.
Após o lançamento de 'Rattle And Hum', a banda fez uma pausa maior. Enquanto os anos 80 terminava, o U2 era ao mesmo tempo a banda mais amada e a mais odiada do planeta.
Pior, sua marca de rock com pregação estava fora de sintonia com o acid house e grunge.
A pomposidade percebida no U2 fez surgir um trio comediante brilhante de Dublin, chamado 'The Joshua Trio'.
Liderados por Paul Woodful, que alegou que ele tinha sido visitado por Bono em um sonho, acabaram fazendo versões jazz, country e western das canções da banda.
Em vez de ser ofender, o U2 assinou o 'The Joshua Trio' com sua gravadora, e eles tocaram na festa de aniversário de 30 anos de idade de Adam Clayton (ou The Edge).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...