Anúncios

sexta-feira, 11 de março de 2016

As Prediletas De Sheila Roche


Sheila Roche foi Diretora Administrativa da Principle Management no final da década de 90, com Paul McGuinness, na gestão de artistas como U2 e PJ Harvey.
Ela saiu em 2004 para 'descansar um pouco', e um ano depois, Bono e Bobby Shriver convidaram-a para se juntar a eles na criação da (RED), projetada para fornecer um fluxo sustentável de dinheiro do setor privado para apoiar o Fundo Global de Luta contra a AIDS, Tuberculose e Malária. Agora com sede em Chicago, Sheila continua envolvida sobre as áreas de Estratégia de Marca para Criação e Comunicações.


Para o site U2.COM, ela montou um Playlist com suas canções favoritas do U2, e comentou sobre elas:

1. Zoo Station (Achtung Baby)
A abertura de Achtung Baby. Você só descobriria por uma nota que aquilo se tratava do U2 decolando para terras desconhecidas (espaço talvez) e levando o ouvinte com eles, algo que continua no álbum Zooropa.

2. Zooropa (Zooropa)
As linhas exóticas dos primeiros dois minutos da canção são uma viagem provocativa e depois a música começa a derreter nos alto-falantes e é isso para mim. Estou totalmente concentrada e pronta para ser transportada para o resto do álbum. Uma música com vários movimentos, como um pedaço de música clássica moderna. É uma viagem muito boa para embarcar.

3. Beautiful Day (All That You Can't Leave Behind)
Esta faixa é alegria pura, desenfreada, capturada em som para mim. E, eu amo a parte 'Ver o mundo em verde e azul, veja a China bem na sua frente...' Me lembra desses lindos parágrafos em um ensaio chamado 'Columbia's Last Flight' por William Langwiesche, descrevendo em 90 minutos a órbita da terra.

4. Magnificent (No Line On The Horizon)
Tão sensual, impossível não se derreter nesta faixa. Também me dá fé na humanidade... ou, certamente, na arte. E a original cria mais transe do que qualquer um dos remixes.

5. In God's Country (The Joshua Tree)
Essa música só diz 'América' para mim, em toda sua glória e positividade. Eu vivo no meio dos EUA, e quando eu coloco esta música no carro, me dá um sentido de lugar, como algumas outras fontes completamente alheias - romances de Willa Cather e 'A Prairie Hometown Companion' de Garrison Keilor são duas que me vêm à mente.

6. Bad (The Unforgettable Fire)
Praticamente qualquer versão tocada ao vivo. A magia do U2, Eno e Lanois nunca me cansam. Estou surpresa em como afetada ainda sou pela música e os sons que eles criaram juntos e este está no topo da minha lista.

7. Bullet The Blue Sky (The Joshua Tree)
Geralmente é minha música favorita em um show do U2 e meu exemplo favorito da genialidade de Larry Mullen. Sua crueza me faz perder toda a noção de tempo e lugar. Algumas vezes, tocando esta música no último volume enquanto caminhava, eu ficava totalmente perdida, geograficamente, bem como na música.

8. The Unforgettable Fire (The Unforgettable Fire)
Novamente, as jóias U2, Eno, Lanois. As cordas nesta canção são inesquecíveis.

9. Ultraviolet (Light My Way) (Achtung Baby)
Esta faixa é simultaneamente exaustiva, energizada, melancólica e alegre. Como se fosse uma ressaca depois de uma noite emocionante. Eu particularmente adorei a performance dela na turnê 360°, com o microfone com neon de Bono.

10. Miss Sarajevo (Bono, Edge, Brian Eno com Luciano Pavarotti ao vivo em Modena)
Uma das faixas mais comoventes do U2 e esta performance é extremamente brilhante. É sobre um concurso de beleza que aconteceu no meio do cerco de Sarajevo. O surrealismo de tudo aquilo no vídeo realmente atinge nossas casas quando as competidoras seguram um banner escrito 'Don't Let Them Kill Us'. Pessoas tentando mandar uma mensagem para um mundo que estava esquecendo deles. É impossível ouvi-la agora e não se lembrar da Síria.

11. Daddy's Gonna Pay For Your Crashed Car (Zooropa)
Bum, bum, CRASH! Quando a bateria começa depois da pequena introdução, você realmente se sente como se estivesse em um carro... cruzando a estrada através de uma paisagem animada.

12. The Electric Co. (Live At Red Rocks/Under a Blood Red Sky)
Parece que a banda está tocando para suas vidas, tocando para a vida da banda. A chuva naquele dia quase forçou o cancelamento do show e das filmagens e eles tinham montado tudo para fazer aquilo acontecer. O trecho de Bono em 'Send in the Clowns' dizendo 'i love the crowd' é inspirador.

13. Some Days are Better Than Others (Zooropa)
Eu amo o som do baixo de Adam na abertura, a guitarra distorcida de Edge e a discordância geral desta faixa.

14. Love and Peace or Else (How To Dismantle an Atomic Bomb/Vertigo Tour Live In Chicago)
Isto é um híbrido de rock and roll gospel no seu melhor, com Bono cantando como um pregador - 'todas vocês, filhas de Sião, todos vocês, filhos de Abraão... ' E ela serviu para um dos grandes momentos dramáticos da turnê Vertigo, com Bono batendo na bateria no final da canção.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...