Anúncios

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Segredos Revelados: o produtor Steve Lillywhite explica sobre a nova versão de "Red Hill Mining Town"


Fãs do álbum 'The Joshua Tree' do U2 podem ter notado uma nova versão da canção "Red Hill Mining Town" circulando. Uma favorita deep-cut, a banda nunca tinha tocado a música ao vivo antes da turnê atual de 30º aniversário do disco, como Bono explicou recentemente a uma multidão de mais de 90.000 pessoas no Rose Bowl em Los Angeles. Na verdade, "Red Hill Mining Town" era cogitada para ser o primeiro single do álbum em 1987, mas como o produtor Steve Lillywhite conta no site da Variety, a gravação original não passou completamente no teste de audição da banda no momento do lançamento do álbum. "Ela nunca foi finalizada do jeito que eles queriam", diz Lillywhite. "Eles sempre pensaram que poderia ser um pouco melhor."
No coração do problema: uma banda de metais que "foi considerada fora do tom" durante a mixagem original, "então me disseram para colocar o sintetizador porque, em 1986, ficamos muito impressionados que você poderia obter realmente bons instrumentos de som de metais de um teclado", explica Lillywhite. "O que percebemos em retrospectiva é que, sim, é um bom som, mas às vezes o som não é tão importante como o espírito. Quando você ouve a nova versão, a banda de metais é muito mais emotiva do que alguém tocando isso em um teclado, de modo que foi um erro que fizemos quando fizemos a original."
Para a versão 2017, Lillywhite foi capaz de corrigir esse erro, se aproveitando da gravação original e adicionando seções de sopro, enquanto ajustou também outros elementos da música - não uma tarefa fácil considerando que a faixa foi tocada ao vivo em estúdio, causando problemas de vazamento de som (o som da bateria vindo através do amplificador do baixo, por exemplo). "você não consegue mais isso porque as coisas nunca são feitas ao mesmo tempo", diz ele sobre o processo.
A nova versão foi feita por e-mail, já que Lillywhite atualmente mora na Indonésia, onde, além de seu contínuo trabalho de produção, ele supervisiona a seleção de músicas para o KFC, uma cadeia de restaurantes no Sudeste Asiático do país.
"Edge é aquele que é o tipo de cientista da banda, então ele mandou um email de volta com notas sobre como mudar um pouco a guitarra. Então eu mandei de volta por email e todo mundo disse: 'ótimo!' Estava acabado. Então eu recebo um e-mail de Bono: 'Steve, eu amo essa mixagem e acho que é fantástica, mas eu odeio o vocalista nela. Eu vou fazer isso de novo. E ele regravou os versos. Ele sentiu que poderia cantá-la melhor e com mais sinceridade. Então ele gravou um novo vocal e enviou para mim. Na verdade, tive que fazer uma combinação de um Bono de 56 anos com um Bono de 26 anos e eles se misturaram bem. Eu fiquei muito feliz. Soou de forma muito poderosa."
Enquanto o auto-ajuste do som de metal não era uma opção, já que as seções de sopro foram gravadas em duas faixas, Lillywhite acrescenta que ele se lembrou de algo que o guitarrista dos Rolling Stones, Keith Richards, o ensinou há cerca de 30 anos. "O que eu costumava fazer com a guitarra de Keith era, quando saia do tom até o final de um take, eu iria abaixar ela e subir um overdub para tentar encobrir ela. Ele me notou fazendo isso e disse: "Steve, tente isso: em vez de recusar a guitarra original, aumente ela. Ainda ficará fora de sintonia, mas você vai ter o som. "Isso é verdade. Ao ter a banda de metais em som alto, realmente possui o som".
Revisitando as faixas que ele gravou 30 anos atrás, foi uma experiência emocional para Lillywhite e ele se recordou, ele diz, que os membros da banda, "eram ainda tão jovens, e o fato de que era o seu quinto álbum, e Bono tinha apenas 26 anos, o que mostra um volume incrível de trabalho."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...