Anúncios

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Contando a história de "The Saints Are Coming" - Parte 3


Frank Supovitz; Uma vez lá dentro quando o pre-show começou, um show antes do jogo começar, a performance do U2 e Green Day foi uma dessas coisas onde mesmo durante o ensaio, quando nós estávamos assistindo o ensaio, estávamos olhando uns aos outros e dizendo: "isto é uma coisa importante a fazer. Isto não é algo que tem que pagar, eu faria isso de graça."

Robin Roberts: Agora, por favor recebam duas das maiores bandas do mundo, U2 e Green Day, anunciada por alguns dos melhores músicos de Nova Orleans.

Bob Ezrin: Billie Joe aparece e começa a cantar "House Of The Rising Sun" e claro, era um lugar onde um ano antes havia morrido pessoas e o cheiro disso ainda estava no ar.

Keith Spera: Quando Billy Joe Armstrong cantou, 'há uma casa em New Orleans, eles chamam ela de Superdome', eu ainda sinto calafrios quando penso nisso agora. Incrível, como eles adaptaram aquilo naquele momento e não poderia ter sido mais eficaz e mais poderoso.

Bob Ezrin: Então, veio a declaração de desafio: The Saints Are Coming. E todo mundo tinha vindo a este jogo do Saints. Isto, de uma forma, isto foi Nova Orleans se reerguendo. Isto foi Nova Orleans se levantando e dizendo ao mundo, "estamos de volta."

Trombone Shorty: Você podia ouvir quando estávamos caminhando para entrar, as pessoas correndo naquele campo, ah meu Deus, isso é incrível, tocar com U2 e Green Day e representar a cidade e a parte quando nossos nomes foram mencionados por Bono, que não fazia parte do ensaio, então eu não sabia que ele ia fazer isso. Mas, eu me lembro de estar no palco, todas essas pessoas e quando ele mencionou cada um dos nossos nomes, você pôde ouvir aquilo com um grande rugido da multidão e foi um momento de muito, muito orgulho para todos nós em podermos ser representantes em nossa cidade natal naquele palco.

The Edge: Eu acho que quando vimos a resposta da multidão no evento, acho que percebemos que era uma reunião de muitas coisas, e foi, para mim particularmente, o significado de um novo amanhecer. Depois do show, eu sai e fui conversar com as pessoas. Os moradores, Quint, Trombone Shorty, seus primos e músicos e caras do Preservation Hall começaram a perceber que na verdade, aquilo foi grandioso. Foi maior do que eu pensava.

Bob Ezrin: Quando o show acabou tivemos uma grande reunião no camarim do U2, e Bono, acostumado a falar em público como ele é, deu um pequeno discurso sobre o significado desta coisa. E reconheceu todo mundo que estava envolvido, e havia um tipo de sensação de solidariedade na sala. Nós tínhamos acabado de fazer história.

Charles Coplin: Outra coisa legal foi quando o show terminou e o pré-jogo terminou, eu me lembro de caminhar em direção ao palco e Larry Mullen, o baterista do U2, que eu não tinha conversado com ele, me deu 5 tapinhas e eu devolvi os 5 tapinhas, e nós seguimos nosso caminho.

The Edge: Bem, eu não tinha ideia que a música "The Saints Are Coming" iria ser aprovada da forma que tem sido, e devo dizer que fiquei muito orgulhoso ao perceber o que aconteceu. Foi muito divertido conversar com alguns caras do The Skids e de explicar-lhes o que estava acontecendo, porque eles não sabiam o que estava acontecendo e tão de repente terem uma de suas canções fazendo parte de uma equipe esportiva tão importante do outro lado do mundo. Era meio que alucinante aquilo para eles.

Drew Brees: Ainda me dá arrepios de ouvir o U2 e Green Day cantando "The Saints Are Coming", e é incrível. Tantas lendas de Nova Orleans ali e em torno disso também.

The Edge: Bem, eu tenho que dizer que para mim pessoalmente foi provavelmente o auge porque se tratava de uma iniciativa que eu comecei. A ideia, a gênese desta canção era uma coisa que me veio em resposta a essa solicitação para uma performance, de forma que você sabe, era muito pessoal para mim. O tipo de contexto do U2, acho que é o seu caminho até lá porque é tudo sobre o que o U2 é como uma banda. Você sabe, nós estávamos tão orgulhosos de sermos capazes de dar a volta por cima desta forma. E assim o fato de que a música vive desta forma, era totalmente imprevisível e incrível, eu diria que uma honra.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...