Anúncios

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A noite em que Don Henley não aceitou tocar antes que Adam Clayton e Larry Mullen Jr., e chamou seu empresário


Não é segredo que o Donald Trump tem lutado para agendar artistas para tocarem em sua posse. As ligações e contatos para isso parecem de muito desespero. Até bandas covers estão declinando ofertas, como foi o caso de um cover de Bruce Springsteen que pulou fora de uma festa em Nova Jérsei.
As coisas foram muito diferentes em janeiro de 1993, quando Bill Clinton iria tomar posse. Houve grandes concertos por toda Washington DC naquela semana. A MTV montou seu próprio baile de posse com Don Henley, En Vogue, Boyz II Men, 10.000 Maniacs e um mash-up de U2 e REM com Michael Stipe, Mike Mills, Adam Clayton e Larry Mullen Jr. Chamavam-se 'Automatic Baby', pois seus dois discos mais recentes eram 'Automatic For The People' e 'Achtung Baby'.
De acordo com o livro 'U2: At The End of the World' de Bill Flanagan, Don Henley do The Eagles não ficou nada satisfeito quando soube que os organizadores queriam o 'Automatic Baby' para fechar o show. "Tom Freston, co-fundador da MTV, foi até Henley", escreveu Flanagan, "e disse: 'olha, Don, você faz o seu set, fecha o show, e então, após os aplausos, iremos terminar com esses outros caras que vão entrar e tocar "One", para fechar'."
Henley não gostou. "Henley ficou pálido - ele parecia abalado", escreveu Flannigan. "Ele lembrou Freston que foi dito que era para ele fechar o show. Então ele se virou, foi para seu camarim e fechou a porta. Freston ficou do lado de fora com a porta fechada, querendo saber se ele deveria bater, quando alguém apareceu, lhe entregando um telefone celular e dizendo que tinha uma ligação. Freston disse alô e logo levou uma bronca de Irving Azoff, poderoso empresário de Henley, lhe dizendo que ele cometeu um grande erro e que Don não iria tocar."
Acuado, Freston ficou com medo e deixou Henley fechar o show. O 'Automatic Baby' só tocou aquela canção e nunca mais fizeram algo novamente, mas que de alguma forma foi suficiente para levá-los a ter sua própria página da Wikipedia. Se eles fossem se reunir novamente, certamente não seria para um evento de Trump. Provavelmente seria difícil para Trump até conseguir bandas covers de U2 e REM de fazerem qualquer show para ele, e se acontecesse, e uma banda cover de Don Henley provavelmente insistiria para tocar por último também.



DO SITE: ROLLING STONE
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...