Anúncios

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

The Joshua Trio, o grupo que participou do aniversário de Adam Clayton e assinaram com o selo do U2


A imagem exagerada percebida no U2 na fase 'The Joshua Tree' e 'Rattle And Hum', fez surgir um trio comediante brilhante de Dublin, chamado The Joshua Trio.
Liderados por Paul Woodful, que alegou que ele tinha sido visitado por Bono em um sonho, acabaram fazendo versões jazz, country e western das canções da banda.
Em vez de ser ofender, o U2 assinou o 'The Joshua Trio' com sua gravadora, e eles estiveram envolvidos na festa de aniversário de um dos integrantes do U2!
O The Joshua Trio lançou um único single, na Irlanda e Reino Unido.



Na faculdade de arte em Dublin, três amigos tinham formado uma banda de punk/country chamada Dodge City Slickers. Eles eram muito teatrais, e arrancaram grandes gargalhadas enquanto duraram. Pouco antes da turnê 'The Joshua Tree' acontecer nos Estados Unidos, eles estiveram envolvidos fazendo alguma coisa de 'projeto de clube' no Factory para uma festa de aniversário para Adam Clayton (ou pode ter sido o aniversário de The Edge). Havia um pequeno palco onde aconteceu um show com uma combinação entre U2, Cactus World News, The Dodge City Slickers e Hank Halfhead And The Rambling
Turkeys, todos tocando covers.
Quando o The Dodge City Slickers se separaram, Paul o cantor, teve essa ideia de um fazer uma combinação jazz apenas com covers do U2. Depois evoluiu para um conceito maior: "Para trazer a música do U2 para um público mais vasto".
Naquele ponto, Bono parecia egocêntrico e moralista, então a ideia de Bono como um guru religioso com um mensagem para espalhar, tornou-se parte do conceito do grupo. A banda também usava asas de anjos e uma roupa 'Estilo de Jesus' em torno de sua cintura ou (no caso de Paul) uma toga e um medalhão com rostos do Bono nele.


A ideia do trio de jazz transformou-se gradualmente em uma coisa musical mais ampla, com jazz, metal, country, e estúpidas interpretações das músicas do U2. Havia também canções sobre o U2: The Edge Has Got His Hat On, Clayton Will Be Free, Nothing Compares To U2 (esta era cantada pela "convidada" Sinead, que na verdade era o vocalista Paul usando uma toca de banho).
Tiveram também a ideia para um filme chamado, que apesar de ser dito que se chamaria The Last Temptation Of Bono, na verdade o título era The Last Temptation Of Chris DeBurgh. Envolvia um elenco com artistas da música irlandesa e teria sido muito engraçado. Foi oferecido (ironicamente) como um empreendimento sério e foi assim interpretado por diversos meios na mídia. Arthur, que estava na versão inicial do The Joshua Trio, era um muito talentoso escritor de comédia para a TV, com destaque no Reino Unido naquele momento.
O The Joshua Trio se tornou muito popular na Irlanda por um período. Eles tiveram algumas incursões interessantes na Inglaterra onde eles tinham um estranho pequeno culto de seguidores. Por alguma estranha razão, as garotas do Japão pareciam amá-los.
Um single/EP foi lançado em 1992 através da Son (com publicação do selo Mother, fundado pelo U2), e teve boa execução nas rádios do Reino Unido, mas nunca vendeu muito bem (você nunca conseguia encontrar ele para comprar). Tinha uma versão country de "The Fly":


Com a turnê Zoo TV do U2, a piada não fazia tanto sentido mais (apesar que nos shows em Dublin do Trio, eles colocaram no palco: televisores, máquinas de lavar e bicicletas), e assim a banda perdeu o interesse.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...