Anúncios

terça-feira, 4 de outubro de 2016

"Song For Someone" na interpretação de Steve Stockman


Steve Stockman, autor do livro 'Walk On: A Jornada Espiritual Do U2', em seu blog Soul Surmise:

"Song For Someone" é outra daquelas músicas belamente trabalhadas em 'Songs Of Innocence', que pode ser tocada acústica, como a versão com piano do disco extra da versão Deluxe.
É para Ali. Bono explicou na turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE que ele estava tentando impressioná-la quando adolescente, e ela lhe disse que ela não estava interessada em perfeição. Tem que ser dito para Bono que foi abençoado e que ele conheceu uma parceira de vida que personifica a ideia da Graça de Cristo. É fácil ver como ele pôde, muitas vezes, mesclar e desfocar Deus e sua esposa em suas composições.

E nesta canção ele fez novamente. O "você" é obviamente Ali na maior parte da letra, mas então vem a parte:

And I'm a long way
From your hill on Calvary
And I'm a long way
From where I was, where I need to be

E eu tenho um longo caminho
Para a sua Colina do Calvário
E tenho um longo caminho
De onde eu estava e onde eu preciso estar

O romântico abre-se para o espiritual. Lá o casamento está ancorado em suas crenças e sua ambição está buscando essa visão maior.
A coisa toda se une no coro. Estamos de volta para aquela luz que foi a imagem da iNNOCENCE + eXPERIENCE. A lâmpada acima do palco, no quarto onde aquele garoto caminha pelo telão na performance da música, a lâmpada nas camisetas. A essência da música é que tudo o que está acontecendo em torno de nós, há uma luz que precisamos agarrar.
Para mim levou à um novo significado depois dos ataques terroristas de Paris. Foi um momento de águas cristalinas em meio ao bombardeio de estímulos daquela turnê. Bono está cantando "Song For Someone" e um garoto se passando por Bono adolescente está sentado, dedilhando seu violão, andando naquela casa na Cedarwood Road onde Bono buscou sua primeira lembrança para 'Songs Of Innocence', 40 anos antes dele e seus companheiros de adolescência transformarem aquelas experiências em canções.

Para fora desta canção de amor romântico e peregrinação espiritual, estas linhas se elevaram para outra dimensão em meus ouvidos:

If there is a dark
that we shouldn’t doubt
And there is a light
Don’t let it go out

Se há uma escuridão
Que nós não devemos duvidar
E há uma luz
Não deixe ela apagar

Em Belfast, o concerto foi apenas 5 dias após os atentados de Paris. A Europa sentiu a escuridão que grandes faixas do planeta sentem todos os dias, muitas das quais nunca aparecem nas notícias. Escuridão. Mal. Portanto, Bono modifica um pouco a letra de "Song For Someone": "I know there's so many reasons to doubt/But there is a light/ Don't let it go out"... (Eu sei que há muitas razões para duvidar/Mas lá há uma luz / não a deixe escapar)

Razões para duvidar. Mas ficar com a luz... Minha alma saltou. Uma pregação sutilmente poderosa.

Quando o U2 canta sobre a luz, sem dúvida, é a luz da fé. Jesus disse que ele era a luz. O U2 nunca ignorou a escuridão. Em meio a escuridão eles brilham ou cantam sobre uma luz. Uma luz que traz esperança. Para aqueles que acreditam, a escuridão pode ser um desafio. Os acontecimentos de Paris podem testar a alma. Como fizeram após 11 de Setembro na América, o U2 tornaram-se os pastores para um mundo em que se vive os traumas do terrorismo... "e há uma luz... não deixa ela escapar."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...