Anúncios

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O pior dia da vida do fotógrafo Justin Edwards


Justin Edwards, fotógrafo, conta sobre o pior dia da sua vida, como um fã do U2:

Embora eu não descreveria Anton Corbijn estritamente como um fotógrafo de música, mesmo sendo onde ele começou, suas fotografias sempre foram uma grande inspiração para mim e desempenharam um grande papel na minha decisão de querer ser fotógrafo musical.
U2 foi a primeira banda realmente que fui e assisti um concerto, no Cardiff Arms Park em 1987 quando eles estavam na turnê de 'The Joshua Tree'. Peguei uma câmera pequena (uma Kodak Disc de memória) e ttirei algumas fotos muito ruins deles e das bandas de abertura (The Pretenders e The Alarm) à milhas de distância do palco, onde eles são vistos apenas como pequenos pontos no palco, e a maioria das fotos traz a parte de trás das cabeças das pessoas na minha frente...
A capa de 'The Unforgettable Fire' sempre me deixou hipnotizado, com aquela fotografia tão bonita (eu percebi mais tarde quando eu comecei a estudar fotografia do jeito correto, que foi feita com filme infravermelho preto e branco), mesmo sendo metade embaçada e fora de foco. E o mesmo com as fotos do álbum 'The Joshua Tree'. Elas são incríveis.
Para aquele primeiro show, a hora que fui comprar uma camiseta, elas estavam esgotadas, então eu acabei comprando um programa, que estava cheio de outras fotos que foram tiradas quando eles estavam no deserto fazendo as fotos que acabaram na capa do álbum. Então minha primeira peça real de memorabilia da banda foi um livro de fotos.
Embora eu ainda tenha esse programa, eu resolvi me atualizar com algo mais chamativo, e anos atrás e comprei o livro 'U2 And I' de Anton, como um presente de aniversário para mim mesmo.
Eu sempre gostei da simplicidade de suas fotos. Lá, nada é complicado ou com flash sobre suas imagens, não há uso de adereços elaborados na maior parte delas. Há também uma seriedade sobre suas imagens e se a fotografia é sobre roubar as almas das pessoas, não acho que ninguém faz isso melhor do que Anton Corbijn. Eu também sempre gostei de seu uso de retratos individuais dos membros da banda e também o seu uso de processos de impressão, especialmente seu uso da impressão lith, ambos os quais eu olhei para tirar minhas próprias fotos.
Desde que eu comecei na fotografia, sempre teve uma banda que foi a que eu mais quis fotografar.
Em 2006 na turnê Vertigo, ofereceram-me a oportunidade de fotografar o U2 quando eles tocaram em Brisbane. No entanto, esta oportunidade foi me enviada por email e eu só tinha 30 minutos para responder a eles para dizer se eu estava disponível para fazê-lo. Eu estava no trabalho, mas longe do meu computador, faltavam10 minutos, e quando voltei era tarde demais; a chance foi embora. Foi uma experiência realmente devastadora. Esperei 20 anos para isso, a oportunidade para fotografar a primeira banda que eu gostei (eu comprava todos os discos, gravações piratas, versões com faixas extras), a primeira banda que eu vi no concerto e cujas fotos tinham sido extremamente influentes na minha fotografia. O que foi muito deprimente sobre a coisa toda foi que a publicação que me ofereceu tinha o meu número de telefone celular e tinha usado anteriormente para entrar em contato comigo sobre coisas como fotografar The Presets. Mesmo assim, eles resolveram me oferecer a oportunidade de fotografar "apenas" a maior banda do mundo, me dando a chance de estar sentado na frente de meu computador e disponível para responder, e me enviaram um email.
Depois eu enviei um email ao promotor, implorado muito por uma chance, mesmo dizendo que eu estava indo para Sydney para vê-los (na segunda feira à noite, sua terceira data em Sydney), e então eu estava disponível para fazer as fotos se precisassem de um fotógrafo, em Brisbane ou Sydney, mas não tive sucesso.
E é por isso que não haverá nenhuma imagem de Bono, The Edge, Adam Clayton ou Larry Mullen Jr em meu blog tão cedo...
Não posso colocar em palavras como destruído estou. Mas provavelmente não me verão com uma câmera na mão por um tempo. Acho que há sempre uma próxima vez...
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...