Anúncios

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

10 Anos de Vertigo Tour no Brasil: O 1° Show


20 de Fevereiro de 2006

A chegada do público foi tranqüila, com a abertura dos portões às 15hs e um policiamento bastante rígido para que tudo acontecesse dentro do previsto. Às 17hs, cerca de 14 mil pessoas já estavam dentro do estádio, e outras milhares circulavam pelo lado de fora, comprando camisetas, adesivos, bandanas e qualquer coisa que lembrasse para sempre esse show histórico. Os contras foram: cambistas vendendo ingressos, os desafortunados fãs que compraram ingressos falsos, o congestionamento na região com fluxo intenso, que não é nenhuma novidade para os paulistas, e os locais de estacionamento que estavam praticamente lotados com preço abusivo e, na maioria, clandestinos. Estacionamento no Estádio do Morumbi sempre foi um grande problema.
Já dentro do estádio, o público estava irrequieto. Qualquer luz ou som que aparecia, mesmo por um segundo, e todos já gritavam em uma euforia só.
O histórico show do The Rolling Stones na Praia de Copacabana reuniu 1,2 milhão de pessoas. Bono passou longe de ter um 1 milhão de fãs no show do U2 na segunda-feira, em São Paulo, mas nem foi preciso tanto, pois a banda arrancou um coro uníssono da platéia na maioria de suas 23 músicas, muitas vezes abafando a voz do próprio vocalista. A apresentação foi ainda mais catártica e impressionante do que a primeira passagem da banda por São Paulo, em 1998, no mesmo estádio.
Da corrida desenfreada por um dos 73 mil ingressos para cada uma das noites, que esgotaram em poucas horas, do setlist básico da apresentação, dos detalhes cenográficos, conhecidos por cada fã pela apresentação em Chicago lançada em DVD ('Vertigo 2005'), dos discursos e palavras de ordem do Messias Bono, e dos sorrisos satisfeitos dos espectadores às 23h57, ao final da apresentação --tudo era previsível. Mas a diferença que o U2 apresenta não é a imprevisibilidade, mas a qualidade.
O palco montado no Morumbi trouxe um enorme telão formado por 12 mil pequenas lâmpadas mostrava cada movimento da banda com nitidez. Programada para iniciar às 21h15, a apresentação começou às 21h39 (com transmissão para todo país, com meia hora de atraso pela televisão), com “Wake Up”, música dos canadenses Arcade Fire que costumeiramente vinha abrindo a turnê da banda. Em seguida, apareceu Bono, vestindo uma jaqueta com a bandeira brasileira nas costas. “City of Blinding Lights” abriu o show.
A potente “Vertigo” veio logo depois. O vermelho dava o tom, tanto nas imagens do telão como no figurino dos músicos. Quando a canção terminou, o povo entoava “U2, U2”.
“Oi, galera. Agora é a nossa vez”, manda Bono em português antes de “Elevation”. E mais: “Obrigado, Franz Ferdinand. No ano que vem, estaremos abrindo para vocês.” Show grande assim é para banda que tenha hinos, e U2 tem de sobra: “New Years Day”, “I Still Haven’t Found What I'm Looking For” (dedicada a Quincy Jones, que estava no estádio), “Beautiful Day”. Um após o outro, em menos de uma hora de show.
Foi um show muito político também, com um repertório bem escolhido para fazer seus fãs brasileiros refletirem sobre os conflitos no mundo.
Apesar de ter visitado o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no domingo, a imagem do líder brasileiro apareceu lado a lado ao do presidente norte-americano, no telão atrás do palco, e ambos foram muito vaiados pelo público.
No meio do show, que durou mais de duas horas, Bono cantou na sequência "Sunday Bloody Sunday", sobre o embate entre católicos e protestantes na Irlanda do Norte, "Bullet The Blue Sky", baseado na intervenção norte-americana em El Salvador, "Miss Sarajevo", inspirada na Guerra Da Bósnia, e "Pride (In The Name Of Love)", homenagem a Martin Luther King.
O bombardeio de ativismo, uma marca que deixou Bono conhecido devido ao seu lobby junto às autoridades em prol de países pobres como os da África, também teve "Love and Peace Or Else". Nessa hora, o vocalista usou uma faixa branca na cabeça, com a palavra "Coexista" -- o "C" como se fosse um crescente muçulmano, o "X" como a estrela de Davi, e o "T" como uma cruz católica.
O megatelão exibiu seis artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em português. Esforçado no português, Bono disse que amava o Brasil, enquanto o telão trazia mais um texto contra a pobreza:
"Nós amamos o Carnaval, quando todos se encontram, o rico e o pobre, o jovem e o velho, a esquerda e a direita. Mas para acabar com a pobreza, todos temos que trabalhar juntos, agir juntos, como um só."
As referências ao Brasil também foram muitas: "Copa do Mundo, Prontos para o hexa. U2 é irlandês, Deus é brasileiro", disse.
Também foram exibidas fotos do jogador Ronaldo e da taça da Copa do Mundo no telão, além de Bono ter conseguido fazer a platéia cantar junto "Está Chegando a Hora" apenas cantando um pouquinho do refrão, "ai, ai, ai, ai".
A cada intervalo de canção, o público continua gritar “U2, U2”.
Bono levanta a bola da América Latina. Cita países da região. Quando diz “Argentina”, o estádio vaia.
Bono trocou a jaqueta que vestia várias vezes, tirou e pôs seus famosos óculos de lentes coloridas e agradeceu. "Nunca vou me esquecer disso", disse em inglês.
O show, apoteótico, acaba às 23h55.
No fim do show, os fãs já faziam fila para conseguir um lugar bem perto ao palco para o show da terça.

A platéia saiu encantada do show, mas algumas pessoas saíram mais encantadas do que as outras. O garoto Vítor Santos, pernambucano de 13 anos, foi um deles. Vítor subiu ao palco e cantou junto com Bono em "Miss Sarajevo".
- Todo mundo estava em pé. Todo mundo naquela euforia e aí o Bono apontou pra mim do nada. Aí eu falei: pronto eu vou. Aí eu subi lá, quando aconteceu isso ele olhou para os meus olhos e pediu para eu repetir o que ele estava falando, cantar. Eu não sabia se eu cantava ou se eu ria. Por isso, para mim, ele é o cara hoje - disse o menino.
A garota que dançou com Bono em "With Or Without You" chama-se Katiuce Miranda. Ela é de Volta Redonda, estado do Rio, e ganhou do marido o ingresso para assistir ao show.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...