Anúncios

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A história de "Every Breaking Wave"

12 de janeiro de 2009: enquanto o U2 gravava o seu 12° álbum, o site U2.COM disponibilizou um pequeno vídeo, em que aparecia uma lista de canções no quadro de Brian Eno. Era possível ver no quadro uma nova canção chamada "Every Breaking Wave".
Quando o álbum foi confirmado, com o título de 'No Line On The Horizon', Bono comentou sobre "Every Breaking Wave": 'uma canção grandiosa, com sintetizadores brilhantes influenciados por OMD e por música eletrônica antiga'. "Você não ouve bandas indie tocando um soul branco [como este]", completou.
A revista Q Magazine ouviu canções que poderiam fazer parte de 'No Line On The Horizon' antes de seu lançamento, quando foram mostradas numa audição para a imprensa. E a revista comentou sobre a faixa também. A definição da revista para ela: no estilo de “With Or Without You” com guitarra melhorada eletronicamente, começa com um extenso coro descendente, que explora um eufórico epílogo: “Every Sailor knows that the Sea / Is a friend made enemy”.
Steve Lillywhite, um dos produtores da música juntamente com Brian Eno e Daniel Lanois, disse que era uma música que se iniciava lentamente e que gradualmente construia um clímax com paixão e intensidade: “I dont know if I'm that strong”. Ele revelou: "a canção utiliza o movimento do oceano como uma metáfora para a luta humana". Segundo Lillywhite, a canção foi gravada em pouco mais de 10 minutos, com dois takes registrados.
Quando o álbum foi lançado em 2009, "Every Breaking Wave" ficou de fora, e questionado sobre isso, Brian Eno revelou que a canção foi cortada para reduzir o tempo de funcionamento do disco.
Logo em seguida, o U2 especulou lançar uma continuação do álbum, com as sobras de estúdio, e que teria o título de 'Songs Of Ascent', que Bono inclusive afirmou que o primeiro single deste álbum seria a canção inédita "Every Breaking Wave".
O lançamento deste álbum não aconteceu, e a canção não foi lançada em sua versão de estúdio. Mas foi apresentada pelo U2 em 2010 pela primeira vez, com uma performance ao vivo eletro-acústica de Bono e The Edge, em show da turnê 360°. E isso aconteceu somente mais duas vezes na parte européia da turnê. A banda disse que estava mostrando um "trabalho em progresso". Ou seja: ali já estavam mexendo na versão que havia sido gravada e cortada do álbum.

Neste mesmo ano, o U2 anunciou o produtor Danger Mouse para a gravação de um disco totalmente novo que a banda pretendia lançar em 2011.
Em entrevista à Hot Press em 2011, Bono deu mais detalhes sobre as gravações, e disse: "há uma canção chamada "Every Breaking Wave"."

09 de setembro de 2014: após 5 anos, o U2 finalmente libera seu 13° álbum, 'Songs Of Innocence'. E a surpresa: "Every Breaking Wave" é lançada de forma oficial! Mas em sua segunda versão de estúdio.
Agora produzida por Danger Mouse e Ryan Tedder, com produção adicional de Declan Gaffney (os três também são os responsáveis pelos teclados nesta versão, junto com The Edge), o U2 registrou uma versão radicalmente diferente daquela despida apresentada na turnê 360°. Desde então expandiram ela drasticamente, reescreveram completamente o refrão e consertaram alguns dos versos.
O que a Q Magazine definiu em 2009 como "no estilo de “With Or Without You”" procede, pois o baixo da introdução de ambas soam muito parecidos.
Bono tocou Dulcimer nesta nova gravação.
O Dulcimer é um instrumento musical de percussão da época medieval. Tem a forma de um trapézio e é composto por uma caixa acústica de madeira com cordas metálicas de aço, dispostas horizontalmente. O som é produzido quando as cordas são batidas por baquetas, pequenos martelos que produzem um som vibrante, seco e metálico.
A faixa foi mixada por Tom Elmhisrt e Ben Baptie.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...