Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Bono: uma nota de 20 dólares para um garoto vendedor de chicletes no Rio De Janeiro


São Paulo, segunda-feira, 26 de janeiro de 1998.

Jornal Folha De São Paulo

Churrasco e boate em Ipanema, ensaio de escola de samba na quadra do Salgueiro e viagem a uma praia de Angra dos Reis marcaram ontem no Rio o dia -e a madrugada- do irlandês Bono, vocalista do grupo de rock U2.
A banda se apresenta amanhã no autódromo Nelson Piquet (Jacarepaguá, zona oeste do Rio) e sexta-feira e sábado no estádio do Morumbi, em São Paulo.
Entusiasmados com Angra dos Reis (no litoral Sul do Estado) e temerosos com o mau tempo, Bono e o guitarrista The Edge avisaram que passariam a madrugada de hoje na ilha onde estão.
De helicóptero, eles voltam hoje para o Rio, onde às 18h30 testarão o som do show 'Popmart'.
Irritado com o assédio de fãs e jornalistas, o baixista Adam Clayton ficou no hotel Copacabana Palace (zona sul).
A chegada do baterista Larry Mullen ao Rio estava prevista para ontem às 23h.
No sábado à noite, Bono apareceu na porta do Copacabana Palace, onde está hospedado na suíte presidencial, às 22h.
O líder do U2 e sua "entourage" foram jantar na churrascaria Porcão, em Ipanema (zona sul). A mesa do cantor tinha mais de 20 pessoas e estava cercada por outra com seguranças.
O restaurante estava cheio e sua presença não causou confusão. Bono só se levantou na hora de ir embora. Ele comeu carne, segundo garçons que o serviram, e não tirou os óculos vermelhos.
Do jantar, o líder do U2 foi à quadra do Salgueiro, em Vila Isabel, (zona norte), ver o ensaio da escola de samba.
Bono foi ao palanque da bateria, onde ensaiou passos de samba e arriscou tocar tamborim.
Empolgado, desceu do palanque com a ajuda dos seguranças e dançou abraçado às porta-bandeiras e entre os mestres-salas.
Seu divertimento na quadra, no meio do tumulto, durou cinco minutos, para alegria dos fãs que se aproximaram.
De volta ao camarote onde estava o resto da equipe, o vocalista trocou sua camisa preta por uma vermelha da escola de samba.
"No samba, sou virgem. Estou tentando sambar alguma coisa", disse, agitando o corpo.
A noitada terminou na boate Hippopotamus, em Ipanema, de onde Bono e Clayton saíram pouco antes das 4h de ontem.
Antes de entrar na boate, o cantor irlandês deu uma nota de US$ 20 para o menino Marco, 8, que vendia chicletes na rua.
De volta ao Copacabana Palace, Bono foi recebido por cerca de dez fãs que o aguardavam. O cantor deu autógrafos e tirou fotos.
Para o estudante de comunicação social Marcelo Guimarães, 24, o breve momento com o ídolo foi a realização de um grande sonho.
"Eles são a maior banda do planeta", dizia Guimarães, comemorando com os amigos o autógrafo no álbum 'The Joshua Tree', depois de 15 horas de espera.
O guitarrista The Edge desembarcou ontem às 11h15 no Rio. "Estou esperando muito uma grande reação dos fãs nos shows", afirmou.
Ao chegar ao hotel, The Edge foi abordado por cerca de 70 fãs e curiosos, sorrindo e cumprimentando-os. Pelo menos 15 seguranças impediram que fãs avançassem sobre o guitarrista.
Pouco antes das 13h, The Edge e Bono driblaram fãs e jornalistas, saindo pela porta da cozinha do hotel, numa rua lateral.
No heliporto da lagoa Rodrigo de Freitas (zona sul), eles embarcaram num helicóptero que foi para uma ilha em Angra, de acordo com a assessoria do show e a empresa Helisight, que alugou o aparelho.
Com muitas nuvens e ventos à tarde, os integrantes do U2 ficaram em Angra, furando o compromisso de comparecer a uma pelada na casa do atacante Bebeto, do Botafogo e da seleção brasileira.
"Gosto muito do U2, principalmente de "With Or Without You". Infelizmente, deixei meus discos na Bahia", disse o jogador.
Ainda prevendo a presença de Bono e The Edge, três seguranças fizeram uma vistoria no campo de futebol de Bebeto, na Barra da Tijuca (zona sul).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...