Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Será uma ideia para o palco da próxima turnê do U2 para 'Songs Of Experience'?


Será que estamos vendo no título de "The Blackout", o que pode ser a ideia para o palco da próxima turnê do U2 para o álbum 'Songs Of Experience', que deve ser chamada de eXPERIENCE + iNNOCENCE?

Ø = uma passarela com um palco b circular no meio?
Ø - passarela, ligada à um palco b circular, e a continuação de uma passarela?

Trecho de uma versão antiga mais rock de "The Blackout" pode ter sido mostrada no Instagram do U2 em 2016


Em junho de 2016, o U2 postou em seu Instagram um vídeo com a legenda: "'Songs Of Experience' está nascendo!"
No vídeo, o produtor Jacknife Lee (que trabalhou em 'How To Dismantle An Atomic Bomb') aparece na mesa trabalhando em uma nova canção da banda, onde ouvimos um som de guitarra com distorções.
Edge aparece trabalhando em um Macbook, e Adam relaxando e gravando com seu celular para postar.



1 ano e 2 meses depois daquele vídeo no Instagram, o U2 estreou "The Blackout", sua nova canção de 'Songs Of Experience'!
Comparando aqueles 23 segundos do nascimento de 'Songs Of Experience', com a introdução de "The Blackout", dá a impressão que aquele trecho seja uma versão antiga mais rock desta versão final. Aquele trecho pode ter sido o embrião da canção, e neste tempo ela sofreu alterações até chegar à esta versão definitiva, que tem uma levada mais groove, próxima à "The Crystal Ballroom" do álbum anterior.
Pode ser que seja outra canção ouvida no Instagram, mas que a banda tenha aproveitado ao menos a ideia da guitarra com distorções para "The Blackout".
Fãs da banda que participaram da gravação do videoclipe de "The Blackout" em Amsterdã, assim que ouviram a faixa tocar por repetidas vezes na gravação, comentaram depois que achavam que elementos ouvidos na música tenham vindo do que foi ouvido no vídeo do Instagram em 2016.



20 anos sem a Princesa Diana: "Durma, durma esta noite, e que seus sonhos sejam realizados..."


Hoje marca 20 anos que a Princesa Diana morreu em um desastre de carro enquanto fugia dos paparazzi. Diana morreu na manhã de 31 de agosto de 1997, quando o carro onde estava com seu namorado, o milionário egípcio Dodi al-Fayed se chocou contra o pilar do Túnel Alma em Paris.
O acidente, segundo investigações da polícia britânica, foi causado por excesso de velocidade e pela embriaguez do motorista, Henri Paul. O único sobrevivente da tragédia foi o guarda-costas da princesa Trevor Rees-Jones, que estava no banco do carona. Paul e Dodi morreram na hora.
Diana e seu guarda-costas foram socorridos e levados para um hospital. Ela morreu poucas horas após dar entrada no Hospital Pitie-Salpetriere, em decorrência de uma hemorragia interna, severos ferimentos no tórax e na cabeça, e lesões pulmonares.
Bono, The Edge e Brian Eno se juntaram à Pavarotti em Modena, para o concerto 'Pavarotti and Friends' em 12 de setembro de 1995. O concerto foi realizado no Parco Novi Sad, em Modena. Esteve presente a Princesa Diana de Gales, e suas imagens chegando no concerto em Modena são vistas no videoclipe de "Miss Sarajevo".
Na noite daquele 31 de agosto de 1997, o U2 tocou pela Popmart Tour no Lansdowne Road em sua cidade natal de Dublin, na Irlanda.
Em "Gone", Bono canta "ela se foi... ela se foi...", a primeira de muitas referências a Diana. Durante "Last Night On Earth", Bono inclui na letra "menina bonita, carro preto grande...."
Após "Mysterious Ways", cinco imagens do rosto da princesa Diana em tecnicolor no estilo de imagens de Warhol de Monroe, iluminaram a tela gigante atrás da banda e a multidão de 40.000 pessoas aplaudiu calorosamente e muitos isqueiros foram acesos e levantados no ar, e Bono caminhou de cabeça baixa (muitos afirmam que ele estava chorando), virou-se para o telão e cantou as linhas "Durma, durma esta noite, e que seus sonhos sejam realizados..." da canção "MLK", originalmente escrita como uma homenagem a Martin Luther King.

Bono disse: "Fiquei atordoado com as notícias que li hoje. Fiquei surpreso como isso me afetou, nós somos os mesmos: o inglês e o irlandês."



Willie Williams, o diretor de turnês da banda, disse que eles acordaram em choque pela notícia, que Dublin inteira não acreditava que era verdade.
O U2 dias depois avisou que o restante de sua turnê mundial teria diversas homenagens ao trabalho social de Diana.
Em dezembro daquele ano foi lançada a coletânea beneficente 'Diana, Princess Of Wales Memorial Fund', em memória de Diana. O U2 contribuiu com a faixa "Miss Sarajevo".

Lynne Sanders é a fundadora da Cosmetics à La Carte, e foi em sua loja em Londres que a Princesa Diana conheceu o U2 pela primeira vez, como afirmou Lynne para o The Telegraph. Diana Spencer (como ela era conhecida) foi até lá para realizar tratamentos faciais antes de seu casamento. Nesta ocasião particular em 1987, a princesa Diana entrou na loja e sussurrou para Lynne: "eles são quem eu acho que é"? Seu guarda-costas permaneceu de pé enquanto ela se sentava e observava os meninos do U2 admirados, que estavam lá para comprar cosméticos , pois estavam indo para uma turnê mundial. Eles se curvaram para ela com igual admiração e quando foram embora, ela comprou tudo o que eles haviam pego!

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A tradução da provável letra de "The Blackout", a nova canção do U2


Ø = nenhuma informação, nenhum sinal, nenhuma luz

O U2 estreou hoje sua nova canção, "The Blackout", do álbum 'Songs Of Experience', e o videoclipe da faixa foi transmitido na página oficial do Facebook da banda!




Confira a tradução da provável letra da canção:

Um dinossauro se pergunta por que ele ainda caminha pela Terra
Um meteoro promete que não vai causar uma colisão
Terremotos sempre acontecem quando você está na cama
A casa treme, talvez seja algo que eu tenha dito

Vá com calma comigo
Calma, irmão
Vá com calma comigo, agora

Quando as luzes se apagam
Você se atira sobre isto
Na escuridão é onde você aprenderá a enxergar
Quando as luzes se apagam
Você nunca tem dúvida
Da luz que realmente podemos ser

As estátuas caem e o plano da democracia é deixado para trás
Nós tínhamos tudo, e o que nós tínhamos não está retornando
Uma boca grande diz que as pessoas não querem liberdade de graça
Um apagão 
Este é um evento de extinção que veremos

Vá com calma comigo
Calma, irmão
Vá com calma comigo, agora

Quando as luzes se apagam
Você se atira sobre isto
Na escuridão é onde você aprenderá a enxergar
Quando as luzes se apagam
Você nunca tem dúvida
Da luz que realmente podemos ser

Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam

Apagão, está claro que

Quem você é vai aparecer
Apagão, sem medo
Tão feliz que todos nós ainda estejamos aqui
Aqui

Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam

Quando as luzes se apagam
Você se atira sobre isto
Na escuridão é onde você aprenderá a enxergar
Quando as luzes se apagam
Você nunca tem dúvida
Da luz que realmente podemos ser

Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam
Quando as luzes se apagam
As luzes

Ø: AMP VISUAL explica o design de "THE BLACKØUT"


A AMP VISUAL, a agência que cuida das artes das capas do U2, explica o design de "THE BLACKØUT":

Ø = nenhuma informação, nenhum sinal, nenhuma luz

Trecho da letra de "The Blackout" estava na carta enviada para assinantes do U2.COM


O U2 estreou hoje sua nova canção, "The Blackout", do álbum 'Songs Of Experience', e o videoclipe da faixa foi transmitido na página oficial do Facebook da banda!



"The Blackout" foi promovida em cartas enviadas a tempo para o eclipse solar total que aconteceu de costa a costa nos EUA na semana passada. Essas cartas foram enviadas para assinantes do U2.com enquanto ocorria o eclipse.
Na carta aos fãs podia ser visto:

Blackout
It’s
clear
who
you are
will
appear

"Blecaute… Está claro que quem você é vai aparecer…"

Hoje foi revelado que este trecho que apareceu na carta é da letra da canção, em um backing vocal com Edge e Bono!

A provável letra de "The Blackout":

A dinosaur wonders why it still walks the earth
A meteor promises it's not gonna hit
Earthquakes always happen when you're in bed
The house shakes
Maybe it was something I said

Go easy on me
Easy on me, brother
Go easy on me
Easy on me now

When the lights go out
And you throw yourself about
In the darkness where you learn to see
When the lights go out
Don't you ever doubt
The light that we can really be

Statues fall
Democracy's flat on it's back
We had it all
And what we had is not coming back
A big mouth says the people
They don't wanna be free for free
A blackout
Is this an extinction event we see

Go easy on me
Easy on me, brother
Go easy on me
Easy on me now

When the lights go out
And you throw yourself about
In the darkness where you learn to see
When the lights go out
Don't you ever doubt
The light that we can really be
When the lights go out
When the lights go out
When the lights go out
When the lights go out

Blackout, it's clear
Who you are will appear
Blackout, no fear
So glad that we are all still here
Here

When the lights go out
When the lights go out
When the lights go out

When the lights go out
And you throw yourself about
In the darkness where you learn to see
When the lights go out
Don't you ever doubt
The light that we can really be

When the lights go out
When the lights go out
When the lights go out
The lights

O videoclipe de "The Blackout", a nova canção do U2 do disco 'Songs Of Experience'


O U2 estreou hoje sua nova canção, "The Blackout", do álbum 'Songs Of Experience', e o videoclipe da faixa foi transmitido na página oficial do Facebook da banda!

Foram inseridos no vídeo, sons ao vivo do público, então esta versão da canção é como uma Video Version!
A versão limpa dela, sem o áudio do público, deverá ser lançada em 'Songs Of Experience'!


Richie Smyth pode ser o diretor do videoclipe de "The Blackout" do U2


O U2 usou suas redes sociais (Twitter, Instagram e Facebook) para divulgar o teaser de sua nova música, "The Blackout", que será lançada oficialmente hoje!

"The Blackout" foi promovida em cartas enviadas a tempo para o eclipse solar total que aconteceu nos EUA. Essas cartas foram enviadas para assinantes do U2.com enquanto ocorria o eclipse.

O site U2 Songs (antigo U2 Wanderer) divulgou algumas informações sobre as gravações do videoclipe, que antes eram confidenciais.
O videoclipe foi filmado em um pequeno clube nos terrenos do Westerpark em Amsterdã, chamado Westerunie, em 28 de julho. Um pequeno número de fãs foi selecionado pelo U2. Para aparecerem no vídeo, cada fã selecionado teve a oportunidade de trazer um convidado junto. Estima-se que 200 pessoas no total estavam presentes na sessão de gravação. Antes da filmagem, os convidados foram colocados em outro edifício no terreno de Westerpark, chamado Gashouder.
A filmagem foi provavelmente feita pelo diretor Richie Smyth. Ele foi visto nos terrenos do Westerpark em 28 de julho, e até retuitou uma imagem de si mesmo e Edge chegando ao local na noite da filmagem.

Smyth trabalhou anteriormente com o U2 dirigindo os videoclipes de "The Fly" (com Jon Klein), "Even Better Than the Real Thing (Dance Remix)" e um videoclipe deixado de lado de "Until the End of the World" durante a fase 'Achtung Baby'. Ele também foi o diretor de "Last Night On Earth" (com John Bland) em 'POP' e a versão 'HQ Video' de "Vertigo" na fase 'How to Dismantle an Atomic Bomb'.
Wirtz Film & Experience, uma empresa de produção holandesa, tinha tuitado várias imagens da sessão de gravação do vídeo em 28 de julho, incluindo uma de Bono onde ele parece estar vestido todo de preto (com exceção de seus óculos roxos). Outras imagens da sessão de gravação mostram The Edge vestido de preto e cinza. Os participantes da filmagem também foram solicitados a não usar nada que não fosse preto e cinza.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

U2 anuncia oficialmente "The Blackout", que terá transmissão via Facebook


A página do Facebook do U2 mudou a foto do perfil e a capa, e avisa: amanhã estreia "The Blackout", mas ela não é o primeiro single do novo disco!
A transmissão acontecerá na página da banda no Facebook às 13:00!

"In the darkness where we learn to see”

"Na escuridão onde aprendemos a ver"


"The Blackout", apenas para você. Do próximo álbum, 'Songs Of Experience'. 30 de agosto. O primeiro single, "You’re The Best Thing About Me" chega dia 6 de Setembro, juntamente com informações do novo disco. # U2TheBlackout # U2SongsofExperience



Um trecho do videoclipe já pode ser visto! 

Entendendo:

"Invisible", em uma versão editada com um videoclipe, foi lançada digitalmente em 2 de Fevereiro de 2014 como uma prévia de 'Songs Of Innocence', que foi lançado digitalmente somente em 9 de Setembro de 2014, sem "Invisible" na lista de faixas.
Quando a versão física do álbum foi lançada em 13 de Outubro de 2014, uma versão deluxe dupla trouxe um disco bônus onde "Invisible" em uma versão estendida foi lançada como hidden track!
A banda vem mostrando ao vivo na 'The Joshua Tree Tour 2017' a faixa "The Little Things That You Give It Away", que Bono afirmou ser a última canção em 'Songs Of Experience'.
30 de Agosto de 2017 será o dia em que o U2 lançará a canção "The Blackout", junto com um videoclipe, como uma prévia para o lançamento de 'Songs Of Experience' que deve ser lançado em 1° de Dezembro de 2017!
O primeiro single oficial do álbum será "You're The Best Thing About Me" que será lançado em 6 de Setembro de 2017, junto com as informações de lançamento do álbum!
Pode ser que "The Blackout" seja um dos singles do álbum, pode ser que ela não seja um single, e pode ser que até mesmo ela não faça parte da lista de faixas do álbum, e venha à se tornar uma faixa bônus para o álbum, ou um lado b para um single, ou uma hidden track como aconteceu com "Invisible"! Estes detalhes só saberemos dia 6 de Setembro!


Dá pra ver que o vídeo de "The Blackout" é muito semelhante ao de "Invisible"!

Disponibilizado o documentário 'Keep On Running: 50 Years Of Island Records'


'Keep On Running: 50 Years Of Island Records' é um documentário produzido para coincidir com o 50º aniversário da gravadora em 2009. O longa da BBC foi disponibilizado no YouTube pela Island Records UK e pela primeira vez se encontra online para poder ser assistido.
A Island Records é uma gravadora britânica que funciona como uma divisão do Universal Music Group (UMG). Foi fundada por Chris Blackwell, Graeme Goodall e Leslie Kong na Jamaica em 1959. Ela ocupa sua posição como uma das gravadoras lendárias do mundo.
Atualmente, a Island Records é o lar de uma lista variada que varia de Bon Jovi, Shawn Mendes, Fall Out Boy, The Killers, Demi Lovato, American Authors, Nick Jonas, Tove Lo, Mike Posner e muitos outros.

"O selo independente mais diversificado e influente da história".

Originalmente transmitido na BBC Four, o filme segue a história do selo desde seu humilde início na Jamaica, onde um jovem chamado Chris Blackwell lançou jazz e bandas de ska. O documentário alcança os principais marcos da Island: o lançamento do "My Boy Lollipop" de Millie Small, até Bob Marley, Grace Jones, U2 e - com muitos desses nomes emprestando suas vozes para a história.

Assista o documentário completo de 90 minutos:

Diretor de programação da MTV em 1998 disse que show do U2 teve desempenho medíocre no ponto de vista de audiência


O U2 queria 8 milhões de dólares para trazer a turnê Popmart ao Brasil em 1998, e isso incluía toda entourage: o cachê da banda, os técnicos, o palco, tudo.
O que a MTV Brasil fez foi ir atrás de patrocinadores, captar dinheiro - em troca de espaço no ar - e entregá-lo nas mãos do empresário do U2. No total foram 6 meses de muito trabalho, incluindo uma extensa e competente cobertura do evento. Tudo teria sido um sucesso se não fosse o detalhe de que a MTV não levou um tostão sequer em toda a transação.
Também é notável que o U2 foi tratado como assunto do ano na emissora. Foram exibidos dezenas de programas, reportagens, videoclipes e tudo o que conseguiram reunir sobre a banda.

"Dossiê U2", com entrevistas feitas pela matriz americana em diversas fases do grupo, incluindo uma exclusiva realizada na época do lançamento da PopMart Tour.

"Video Collection", programa de 30 minutos que teve outras partes veiculadas.

"Palco MTV", apresentando vídeos de performances ao vivo da banda.

"A Entrevista", em duas partes, que trouxe conversas exclusivas do VJ Fábio Massari com Bono e Larry Mullen, realizadas durante a passagem da PopMart por Barcelona (Espanha).

O "Presente MTV" trouxe também trechos do show espanhol e depoimentos. O responsável pela turnê e o coordenador de palco falaram sobre a produção da fase européia da PopMart.

"Contagem Regressiva" fez parte da "Semana Especial U2", uma retrospectiva que contou a história do grupo desde o seu início, em 1976, em Dublin.

Ainda na "Semana Especial U2", Chris Couto apresentou os videoclipes das músicas que a banda fez para trilhas sonoras de filmes.
Entre eles, "Stay (Faraway So Close!)", do filme 'Tão Longe, Tão Perto', "Hold Me, Thrill Me, Kiss Me, Kill Me", de 'Batman Eternamente', e "Mission Impossible", de 'Missão Impossível'.

A transmissão ao vivo do show em São Paulo teve desempenho medíocre no ponto de vista de audiência - apenas dois pontos de pico, de acordo com André Vaisman, diretor de programação da emissora na época.

Promo - Disco Internacional N°05 de 1989 - U2 com "Angel Of Harlem"


Nas décadas de 1980 e início dos anos 1990, a gravadora WEA por vezes lançava uma versão promocional em vinil de 12 polegadas com artistas diferentes para promover novas músicas na rádio.
No Promo - Disco Internacional N°05 de 1989, o vinil tinha duas versões da canção "Fine Time" do New Order no Lado A (do álbum 'Technique' daquele ano) e no Lado B a canção "Angel Of Harlem" do U2 (de 'Rattle And Hum', de 1988).
O disco vinha com o carimbo de venda proibida, amostra grátis tributada.


Faixas:

A1 –New Order Fine Time 3:05
A2 –New Order Fine Time 4:45
B –U2 Angel Of Harlem 3:49

Notas:

Selo: 6WP.1005
Promo - Disco Internacional N-05 Venda Proibida
Fabricado e distribuido por BMG Ariola Discos Ltda. Ind. Brasileira - WEA DISCOS LTDA. Rua Itaipava, 44 - Jardim Botanico - Rio de Janeiro
℗ 1989

Larry Mullen: "Eu não odeio o Passengers"


A história que se conhece é que Larry Mullen odiou gravar o álbum 'Original Soundtrack 1' do Passengers, porque ele quase não pôde tocar bateria. O próprio Bono afirmou isto em entrevistas.
Larry para a Hot Press, deu sua versão definitiva sobre as gravações daquele disco:

"Bem, eu realmente não odeio o Passengers. Foi difícil, talvez, porque estava um pouco além de mim. Quero dizer, eu posso ver onde esse álbum se encaixa agora. Na época, minha esperança para ele era que seria trilhas sonoras para filmes onde eu poderia realmente ver as imagens. Mas eu não era capaz de ver o grande quadro - que é uma história diferente, mas eu acho que a única maneira que você consegue fazer um álbum como 'All That You Can't Leave Behind' é fazendo todas as outras coisas. Porque você nunca vai chegar a este lugar se você não visitou todos os outros lugares ao longo do caminho. Você sabe, nós tivemos um monte de experiências em 'Achtung Baby' e 'Zooropa', tinha um monte de diversão com caras como Nelle e Howie B fazendo Passengers e 'POP' e assim por diante. E essas coisas foram experiências muito boas. Foi ótimo, aprendemos muito com todos eles."

Por Trás Da 'The Joshua Tree Tour 2017': os vídeos exclusivos do U2.COM


Quando a 'The Joshua Tree Tour 2017' teve início em maio, as câmeras do U2.COM começaram a seguir a banda, os fãs, os artistas dos shows de abertura e a equipe... no palco e fora dele, no bastidores e no palco.

O site U2 NEWS traz a série de 5 vídeos exclusivos que só os assinantes tiveram acesso!

No primeiro, o U2.COM nos mostra Dallas Schoo, técnico de guitarra de Edge, nos convidando para conhecermos o submundo de Edge, abaixo do palco:



"Na outra noite, quando fui à minha casa, busquei na minha caixa do passado e encontrei meu ticket para os bastidores da The Joshua Tree de 1987 ..."
No segundo momento de uma série de cinco, o U2.COM fala com fãs, mais jovens e mais velhos, antes de um dos shows realizados no Rose Bowl, em Los Angeles.



"Você é como um gladiador e você tem que ganhar o público ..."

Na terceira série de vídeos para assinantes do U2.COM, Wesley Schultz, do The Lumineers, reflete sobre estar em turnê com o U2 e "a natureza catártica" de ouvir 'The Joshua Tree' em 2017. "Esse é o tipo de música que é, que purifica você ... "



No quarto curta para assinantes, o U2.COM nos mostra o mundo dos construtores e as palavras de Jake Berry, diretor de produção da 'The Joshua Tree Tour 2017'.

"As pessoas sempre me perguntam qual é a minha música favorita do U2 e eu sempre respondo que é a última..."



No curta final da série de cinco para assinantes, o U2.CON mostra o técnico da bateria Sam O 'Sullivan, que está no palco ao lado de Larry por três décadas. No Rose Bowl em Los Angeles, Sam se lembra de sua primeira parada em Los Angeles com 'The Joshua Tree', e de um vídeo famoso que foi gravado em um terraço.

"Foi um caos total, foi fantástico, essa introdução, meu Deus..."

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

"The Blackout" aparece como provável novo single do U2


Os sites de fãs do U2 informam que o U2.COM enviou um e-mail hoje de agradecimento para os participantes da gravação do novo videoclipe da banda que aconteceu em Amsterdã no mês passado, com uma imagem do pequeno cenário em que as gravações ocorreram.

Remember the Gashouder?

A special night.
Thanks for coming.

See yourself here?

Gashouder é o nome do local onde aconteceram as gravações na Holanda!

O e-mail também incluiu as hashtags # U2TheBlackout e # U2SongsOfExperience confirmando o título do provável novo single do U2, que deve estrear nas rádios em 8 de Setembro!



Certificados de Ouro, Platina e Diamante: U2 no Brasil de 1990 até os dias atuais


A Pró-Música Brasil disponibiliza todos os certificados de Ouro, Platina e Diamante, que a Associação emitiu de 1990 até os dias de hoje, mediante solicitação das gravadoras associadas.



Confira as certificações do U2, o tipo de premiação, ano e gravadora/selo:


Kirsty MacColl contou em entrevista que Bono foi o responsável pela parte mais comovente de sua cerimônia de casamento com Steve Lillywhite


No ano 2000, a cantora e compositora Kirsty MacColl morreu aos 41 anos de idade em um trágico acidente durante férias no México.
Bono e Ali estiveram em seu funeral.


Filha do cantor folk Ewan MacColl, Kirsty foi originalmente da banda punk Drug Addix e lançou seu primeiro single solo, "They Don't Know", em 1979.
Kirsty era amiga do U2 desde seus primeiros dias, e durante muitos anos foi casada com Steve Lillywhite, produtor de longa data da banda.
Kirsty McColl desempenhou um papel até então desconhecido, mas significativo em um dos maiores álbuns do U2 - decidir sobre a ordem de execução das faixas de 'The Joshua Tree'.
A única exigência do U2 era que ele abrisse com "Where The Streets Have No Name" e fechasse com "Mothers Of The Disappeared". A disposição das demais faixas surgiu da mente de Kirsty.
Em seu casamento com Steve Lillywhite no ano de 1985, houve um momento comovente que ela se recordou em uma entrevista da época: "Na congregação foram vários membros do U2. A parte mais comovente da cerimônia foi Bono fazendo uma leitura. Ele leu a parte de Coríntios."

Bono leu 1 Coríntios 13:11: "Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança."

A ideia de Larry Mullen em usar "Even Better Than The Real Thing" para abrir os shows da turnê 360°


Do Diário de Willie Williams:

Buenos Aires - 2011

Eu passei a manhã me preparando para uma reunião com a banda no final do dia. Existem diversas novas ideias para serem discutidas e trabalhadas para o show. As mais preciosas para mim são as remixes de "Magnificent" e "Even Better Than the Real Thing", e eu estava um pouco preocupado em perceber que realmente me apaixonei por essas novas mixagens, especialmente "Real Thing", que é sensacional.
Bono tem uma gangue de amigos de Dublin, por isso está hospedado em uma casa. Todos os quatro membros da banda apareceram e nós iniciamos a discussão. Eu senti um pouco de nervosismo tocando o remix de Declan para "Even Better Than The Real Thing" e o novo mix de "Magnificent". Felizmente, ambas foram recebidas extremamente bem, tanto que Larry sugeriu a abertura do show com "Even Better Than The Real Thing", que é um movimento corajoso e emocionante. Vamos experimentar isso na passagem de som e ver como será.
"Even Better Than The Real Thing" reinou absoluta nas turnês ZOOTV e Popmart, e desde então meio que sumiu do mapa. De tempos em tempos, acontece isso com as canções. Por motivos difíceis de apontar o dedo, uma grande canção pode esfriar, ou apenas pára de funcionar bem ao vivo como antes. Aprendi a lidar com isso e não tentar forçar a coisa, e é sábio seguir o seu fluxo, ao invés de se impor contra ela de maneira inapropriada.
Foi realmente maravilhoso ter "The Unforgettable Fire" como canção presente regularmente nas noites do primeiro ano desta turnê, mas, novamente, por nenhuma razão fácil de compreender, ela apenas perdeu aquela sensação especial.
"Even Better Than The Real Thing" apareceu rapidamente em shows da Elevation Tour e eu me lembro de todos nós ficarmos surpresos com o fato dela simplesmente não soar bem para aquilo. Dez anos mais tarde, no entanto, ela está de volta, retrabalhada e renascida.
A banda chegou duas horas antes dos portões se abrirem, e subiram ao palco para discutirem a abordagem para a estreia da canção. Eles então foram e apenas tocaram ela. Em primeiro lugar, eles fizeram isso sem ligar o P.A, para terem privacidade e descobrirem o mais próximo que eles conseguiam tocar do remix de Declan. Deliberadamente, o riff de guitarra da introdução e a bateria do remix estão fora de sincronia entre elas, antes de se juntarem em um grande ritmo com uma grande batida. Esse tipo de coisa é fácil de se fazer quando você está fazendo um corte na canção no estúdio, mas tocar isso ao vivo é uma coisa diferente.
Larry apontou que, se fosse uma parte de bateria que fosse totalmente nova para ele, teria sido muito mais fácil, mas o fato de que era muito familiar e uma parte que ele tocou há anos, tentar desaprender o jeito correto, e deliberadamente, tocá-la fora de sincronia, era algo totalmente maluco.
No entanto, o profissionalismo ganhou o dia e, depois de apenas alguns tropeços, esta nova versão de "Even Better Than The Real Thing" começou a tomar forma antes de nossos próprios ouvidos.
A decisão de tocá-la ou não aconteceu mais tarde no camarim, e depois de muita discussão. Claramente, a música ainda era um trabalho em andamento e eles sabiam que para esta primeira vez seria como um busk.
O resto agora é história, e eles foram para ela, com aquela energia louca deles e de 70 mil argentinos. Esse é o significado de se estar em uma banda de rock, entende?

sábado, 26 de agosto de 2017

U2 - Zoo TV Live From Sydney (Laserdisc Duplo, 1994)







Laserdisc duplo lançado pela Polygram Video em 1994. 12", Stereo, NTSC, CLV. Selo PHLS-5002/3. Capa Gatefold, 3 lados com o show.

No final da década de 1990 estimativas indicavam que o Laserdisc estava presente em 2% dos lares norte-americanos e em 10% das residências japonesas. Na Europa e principalmente no Brasil, que nunca teve distribuidores oficiais, o LD sempre foi resumido a nichos e entusiastas da alta tecnologia.
Atualmente o mercado mundial substituiu o LD pelo DVD/Blu Ray e não há nem reprodutores nem títulos sendo produzidos. Ainda assim o Laserdisc mantem uma certa popularidade entre colecionadores principalmente no Japão, onde o formato foi mais popular.


Tracklist

1A-1 Logo's
1A-2 Intro
1A-3 Zoo Station
1A-4 The Fly
1A-5 Switching Channels
1A-6 Even Better Than The Real Thing
1A-7 Mysterious Ways
1A-8 One
1A-9 Unchained Melody
1A-10 Until The End Of The World
1A-11 New Year's Day
1A-12 Numb

1B-1 Angel Of Harlem
1B-2 Stay (Faraway, So Close!)
1B-3 Satellite Of Love
1B-4 Dirty Day
1B-5 Bullet The Blue Sky
1B-6 Running To Stand Still
1B-7 Where The Streets Have No Name
1B-8 Pride (In The Name Of Love)

2-1 Daddy's Gonna Pay For Your Crashed Car
2-2 Lemon
2-3 With Or Without You
2-4 Love Is Blindness
2-5 Can't Help Falling In Love
2-6 Credits

2-7 Warning & Logo

Site oficial de Roy Orbison fala da versão demo de "She’s A Mystery To Me" com participação de Bono


Do site oficial de Roy Orbison:

Esta versão de "She’s A Mystery To Me" é um take ao vivo de Roy Orbison, Bono, e baterista Jim Keltner trabalhando a música no Rumbo Studios. Nesta gravação íntima você pode ouvir Bono ajudar Roy no segundo verso, e se você ouvir com atenção, Bono muda a letra para o segundo verso várias vezes. O Roy tropeça em um ponto, e o Bono o ajuda. "Vamos seguir, Jim!", Bono pode ser ouvido afetuosamente dizendo a Jim Keltner no início da canção.

"You're The Best Thing About Me" ou "The Blackout"? Qual será o primeiro single de 'Songs Of Experience'?


O site U2 Songs (antigo U2 Wanderer) informa que de acordo com um post no Reddit, o site Mediabase está listando a nova canção do U2 "You're The Best Thing About Me" como uma canção que irá impactar a Triple A Radio dia 11 de Setembro e a Alternative Radio em 12 de Setembro de 2017.
Há uma lista mostrando o título da canção, indicando a Interscope como gravadora da banda nos EUA.


A Mediabase é uma empresa da indústria da música que fornece monitoramento de airplay de estações de rádio em 180 mercados diferentes na América do Norte. Eles fornecem dados analíticos para profissionais da indústria de discos, bem como gráficos das paradas. Mediabase é uma divisão do grupo iHeart Media. São os gráficos do Mediabase que são usados ​​para as paradas do American Top 40.
O impacto na terminologia da rádio pode ser o dia em que a canção deverá atingir um pico na rádio. A data em que ela começa a aparecer no rádio, a data de adição da canção na programação, pode ser anterior à data de impacto. Neste caso, pode ser que as estações estejam recebendo o novo single do U2, "You're The Best Thing About Me", em 11 e 12 de setembro, ou pode ser que eles recebam o single antes, e eles esperam que irá demorar alguns dias para começar a tocar bastante. Normalmente, o termo 'Impacting Radio' faz referência ao dia real que a música é tocada pela primeira vez em estações de rádio.
Havia o rumor que o novo single do U2, "You're The Best Thing About Me", faria sua estreia nas rádios em 8 de Setembro de 2017, inclusive com Bono em entrevistas dizendo que esta canção seria sim o primeiro single do novo disco. Mas nos últimos dias, fãs do U2 receberam misteriosas cartas referentes à "The Blackout", que pode ser outro single do U2, talvez o primeiro de 'Songs Of Experience'.
Não se sabe então se "You're The Best Thing About Me" será o primeiro single, como apontou os rumores iniciais, ou se "The Blackout" será sua substituta e chegará primeiro.
As duas canções tiveram videos feitos para elas, e muito em breve conheceremos o real primeiro single do U2!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Dana White fez um convite para Bono cantar o hino da Irlanda em luta de boxe em Las Vegas


Neste sábado, o americano Floyd Mayweather e o irlandês Conor McGregor se enfrentam em luta de boxe na T-Mobile Arena em Las Vegas.
O presidente do UFC Dana White afirmou que depois que a popstar Demi Lovato foi anunciada para cantar o hino dos Estados Unidos no confronto deste sábado, o UFC recebeu a missão de encontrar um nome à altura para apresentar o hino da Irlanda.
"Não sei como vamos anunciar, mas fechamos isso hoje à tarde. Tivemos dois dias para fechar isso, porque eles disseram que essa parte tinha que ser do UFC. Não posso revelar nomes, porque quero que essa pessoa se sinta à vontade para tornar isso público. Inicialmente convidamos o Bono, ele queria muito participar, mas tinha um casamento neste fim de semana e não poderia assumir esse compromisso com tão pouco tempo de antecedência."

ATUALIZAÇÃO:

O casamento citado por Bono, foi o de Alex, filha do ex empresário do U2, Paul McGuinness.
Imelda May se apresentou no evento em Las Vegas cantando Amhrán na bhFiann!

Por trás do sistema de som da iNNOCENCE + eXPERIENCE Tour 2015


Os engenheiros de som do U2 explicam sobre o sistema de som da turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE Tour 2015 para o site Mix Professional Audio & Music Production:

"Jo Ravitch é o melhor engenheiro de sistemas que existe", diz Joe O'Herlihy, engenheiro de som FOH (Front Of House - engenheiro que mixa o PA) do U2 de longa data. "Nós confiamos uns nos outros por mais de 30 anos. Isso é o que trabalhar juntos realmente significa. A posição do mix FOH tem sido o tema de muitos debates sólidos sobre esta turnê porque o sistema P.A. fornece um som totalmente onipresente na Arena - você pode na realidade colocar a posição do mix FOH em qualquer lugar. Estamos nos assentos das Arenas desta vez, e é brilhante estar com o público, porque eles são as pessoas que você trabalha toda a sua carreira tentando alcançar com um áudio perfeito.

"Meu console é um DiGiCo SD7", ele continua. "É extremamente criativo e confiável, e é por isso que eu tenho usado DiGiCo nos últimos 15 anos. Com toda a equipe de áudio nesta turnê estamos usando um total de seis consoles SD7. Nós estamos usando todo o poder de processamento disponível e nós estamos executando em 96K. Não uso plug-ins Waves DigiGrid. Enquanto o processamento dinâmico onboard no SD7 é fantástico, eu prefiro a coisa real - muitos processadores vintage Manley VOX Box, Avalon 737SP, Summit Audio DCL200s, TC2290 DDL, TC D-TWO, SPX1000, Lexicon 480L, Lexicon PCM 70."
"A banda tem utilizado sistemas Clair por mais de 30 anos e para esta turnê estamos usando o novo sistema de arrays verticais da Clair chamado de Cohesion 12", explica Joe O'Herlihy. "O meu conceito de design de som para esta turnê foi baseado no brief de design da banda para o show - onde o palco principal, a passarela e o palco redondo eram para ser inteiramente utilizados durante todo o show. O sistema de P.A. é normalmente configurado usando uma imagem estéreo em 12 arrays verticais com uma distância igual uns dos outros, complementadas por oito conjuntos de três subs Cohesion CP-218 usando o método cardioide para direcionar os graves na Arena. O sistema de P.A. também incorpora o Cohesion 8, que é distribuído como um sistema Down-Fill* e Center-Fill* na parte da frente, acima, no palco principal, passarela e o palco redondo. Nós também usamos o Cohesion 8 como Front-Fill* seguindo a mesma reta dos três estágios no nível do palco para maximizar a qualidade de áudio nas áreas da pista da arena".
"Como eu basicamente tenho um mix para focar, então faço um submix de minhas entradas através de grupos de áudio estéreo atribuídos ao faders centrais para torná-lo mais próximo de como eu faço a mixagem no estúdio de bateria, baixo, guitarras, etc", diz o engenheiro de monitor Richard Rainey. "Eu passo muito tempo em detalhes que talvez em um setup tradicional você não seria capaz. Como muita coisa do que Edge toca requer um timing muito preciso, o sentido do mix é muito importante, como é, obviamente, dando-lhe a melhor info de timing que posso para ele tocar, que é provavelmente o meu foco principal durante o show. Depois disso é só transformar os bits silenciosos e dar uma amenizada nos altos até que ele fique feliz."
O headset vocal do Edge é um Shure Beta 54. Ele possui dois amplificadores de guitarra Vox e um Fender Harvard com o Shure Beta 58As e dois Fender Deluxes usam o Shure SM57s.
"Bono usa um Shure Beta 58A padrão", diz o seu engenheiro de monitor, Alastair McMillan. "Então eu tenho uma cadeia analógica que vai diretamente para uma mesa SSL X para ser somada com as saídas SD7. É um som muito limpo nesse estilo SSL clássico e tem um monte de espaço livre, que é uma característica importante, pois seu vocal é muito dinâmico. Há algo sobre sua voz que atinge os compressores e os efeitos de uma maneira única. É impossível replicar durante a configuração! Então eu só tenho que começar com uma configuração básica e estabelecer uma vez que ele começa a cantar".
Para monitores de ouvido a banda está tentando algo diferente - o JH-16s da JH Audio para todos, exceto para o Edge e seu engenheiro Richard Rainey, que optou pelos monitores de ouvido JH Roxanne.
"O DiGiCo SD7 que estou usando é extremamente poderoso e confiável. Ele pode fazer qualquer coisa que colocamos através dele", diz o engenheiro de monitor Alastair McMillan. CJ Eiriksson, o engenheiro de monitor de Larry Mullen e Adam Clayton, junto com Richard Rainey (o de Edge), todos usam um SD7. "Estamos usando todo o poder de processamento disponível, o que é bastante impressionante para uma banda de quatro elementos! Eu sou um grande fã da nova clássica opção EQ e, especialmente dos compressores multibanda. Com esses dois eu tenho tudo que eu preciso, então eu decidi não optar pela grade Waves. Estamos todos executando em 96K. Estou conectado ao Pro Tools através de duas pontes Madi que são capazes de converter amostra em tempo real. Desta forma, podemos executar as nossas sessões Pro Tools em 48K, tornando isso um tamanho muito mais fácil de gerenciar.

"Temos uma configuração de Mic bastante tradicional para a bateria do Larry, com Shure 421s nos toms, 57S na parte superior e inferior da caixa, e Audio-Technica 4050s para os overheads", diz CJ Eiriksson. "Mantemos os microfones bastante próximos e bem configurado em tudo, o que ajuda a manter a arena pulsando com o som da bateria, tanto quanto possível. Para esta turnê Adam tem simplificado todo o seu setup. Nós descartamos os bass subs e só temos um Ampeg B15 no palco. Há um par extra de DIs e uma outra seleção de amp que funciona debaixo do palco, mas são usados somente quando precisa de um toque diferente em canções particulares."

Down-Fill

A palavra Fill do inglês, tem a tradução ao pé da letra preencher, ou seja, preencher abaixo do sistema principal.
Muitas vezes vemos hoje com os sistemas de Line-Array, existem caixas apontadas para baixo, para atingir os espectadores a 2 ou 3mts de distância.

Center-Fill

(Linha de Frente) Com a distância entre os “Main PA” é formado um lóbulo de “sombra” bem de frente ao palco, mas depois da linha dos “Front-Fill”, um “Center-Fill” vem para completar essa “sombra”. Normalmente é instalado pendurado bem no centro do palco.
No caso, eles atuam conjuntamente (Front-Fill e Center-Fill) para complementar o som no eixo central do palco.

Informação do site www.audioreporter.com.br

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...