Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Alerta: Bióloga perde mais de R$ 1 mil após comprar ingressos falsos para show do U2 em São Paulo pela 'The Joshua Tree Tour 2017'


Uma bióloga do Espírito Santo perdeu R$ 1,1 mil após comprar um par de ingressos falsos para o show do U2, que será realizado em outubro, em São Paulo, pela 'The Joshua Tree Tour 2017'. A vítima disse à polícia que comprou os ingressos de uma pessoa com quem teve contato por meio de uma rede social.
Como os ingressos para o espetáculo se esgotaram rapidamente, a bióloga decidiu adquirir as entradas por outros meios e resolveu confiar em um anúncio encontrado na rede social. Ela fechou negócio com o suposto vendedor e adquiriu dois ingresso, pelo valor de R$ 550 cada um.
A pessoa que anunciou a venda dos bilhetes disse à vítima que estava em São Paulo. A bióloga então decidiu pedir ajuda a um amigo que mora na capital paulista e mandou o dinheiro para ele, que foi pessoalmente fazer a compra.
Dias depois, o amigo viajou para Vitória e entregou o par de ingressos para a vítima. No entanto, a mulher descobriu ter sido vítima de um golpe após encontrar, na mesma página onde havia achado o anúncio, publicações de outras pessoas reclamando que haviam sido enganadas.
A bióloga procurou a Delegacia de Defraudações e Falsificações (Defa) e registrou um boletim de ocorrência. Segundo a polícia, o ingresso falso, muito parecido com o original, tem detalhes que denunciam.
O selo holográfico traz as palavras "original" e "genuine" de forma diferente do verdadeiro. Além disso, as palavras "Live Nation" são separadas no original e, ao fim do CNPJ da organizadora, não existe o sinal de barra. Por fim, no bilhete falso, o selo holográfico cobre parte do código de barras.
De acordo com a titular da Defa, delegada Rhaiana Bremenkamp, qualquer pessoa que comprou ingressos de terceiros pode verificar a validade deles.
"É sempre importante você tentar comprar com o organizador do evento, porque é o único modo que garante a idoneidade daquele ingresso. Se você resolver arriscar, você tem que primeiro descobrir de quem você está comprando, principalmente se for em rede social. Verifique se aquele perfil tem cara de falso, se é um perfil muito recente, se tem poucos amigos, poucas publicações. Descubra quem é a pessoa, peça o nome e o CPF, porque, com o CPF, você consegue entrar em contato com a organizadora e saber se essa pessoa realmente comprou esse ingresso", orientou Rhaiana Bremenkamp.
Ainda segundo a delegada, a denúncia da bióloga foi formalizada e será encaminhada para São Paulo. "A gente já ouviu a vítima, reunimos todas as informações que eram necessárias e estamos encaminhando para a polícia de lá, que está dando continuidade no procedimento", frisou.

Do site: Folha Vitoria
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Ana disse...

Pois é... eu também comprei por rede social. Li esta matéria e fui correndo conferir meu ingresso. Tudo parecia correto. Até que, no sábado, "dei com a cara na porta do Morumbi", também fui vítima de ingresso falso.

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...