Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Bono fala sobre sua inspiração para 'The Joshua Tree'

Assim como sentimentos positivos, parece haver um monte de escuridão em 'The Joshua Tree' do U2.
Bono comentou sobre isso na época de lançamento do disco, e também revelou suas influências para a gravação: "Bem, 1986 foi um verdadeiro paradoxo de um ano. Em 1985, nós tínhamos conseguido algum tipo de pico em nossa vida de música. 'The Unforgettable Fire', que era um tipo de um LP radical, tinha feito muito bem para nós. Nossa turnê pelo mundo estava quase toda esgotada, e ficamos bobos em ver a enorme procura por ingressos.
Então havia coisas como Live Aid. Havia uma razão para eu me sentir muito bem, não só sobre o U2, mas sobre a música rock and roll em geral. Voltar para casa para Dublin em 1986, com tudo aquilo acontecendo à nossa volta, não provou ser tão fácil como eu pensava que poderia ser.
O ano foi difícil por outras razões, com algumas tragédias pessoais, então eu senti que 1986 teve algo de um deserto para mim.
A minha principal inspiração para o registro foi a América, o continente em oposição ao país. Teve um grande efeito em mim e na minha própria vida.
Adoro estar lá, eu amo a América, eu adoro a sensação dos espaços abertos, eu amo os desertos, adoro as serras, eu amo as cidades. Por ter caído no amor com a América nos anos em que lá estivemos em turnê, então tive que lidar com a América e a forma como me afetou, porque a América está a ter esse efeito sobre o mundo no momento. Neste disco, tive que lidar com isso, a nível político, pela primeira vez, no caso, de uma maneira sutil.
Acho que não é minha posição usar o palco como um palanque, então eu tentei este registro para atravessar alguns dos nossos sentimentos, espero que em uma forma mais sutil e inteligente, usando símbolos."
E também, você vê, eu tinha descoberto o blues ao mesmo tempo que descobri a música americana. Ao fazer a sessão de "Silver And Gold" com Keith Richards, ele foi tocar blues para mim, mas não só a música blues. Ele tocou a música country, música pop americana dos anos 50, todas essas influências. Depois foi a minha própria experiência com Patti Smith e Bob Dylan. Quer dizer, sempre houve essa coisa americana. Tão musicalmente bem, tudo o que estava passando."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...