Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

U2 X Titãs: Round 2


No ano 2000, logo após o lançamento do disco 'All That You Can't Leave Behind' do U2, Lúcio Ribeiro da Folha de São Paulo, ao criticar o álbum em sua coluna, adicionou algo em puro tom de brincadeira em sua matéria, para descontrair: um leitor havia notado que o U2 havia copiado a ideia da capa de um disco dos..... Titãs!
Em janeiro de 1998, o U2 esteve no Brasil com a turnê Popmart, e em setembro daquele ano os Titãs lançariam o álbum 'Volume Dois'.
Lúcio escreveu: "a trupe de Bono aproveitou a estada generosa e a tradicional hospitalidade brasileira, conheceu nossos principais grupos de rock e o resultado de tudo está na capa e contra capa de 'All That You Can’t Leave Behind'. A concepção "artística" da capa do novo CD da banda é tirada descaradamente da capa do megasucesso 'Dois', de 1998, o disco que tirou os Titãs da lama e botou para tocar sem parar nas rádios rock.
É a mesma ideia, a da banda toda em pose descolada, como se não tivesse ligando para a foto, todos de preto, na capa cinza. Só que em vez do marcante céu do disco dos Titãs o U2 optou, para não ficar tão na cara, botar como fundo o aeroporto francês Charles de Gaulle. Mas o grupo irlandês não engana os leitores desta coluna, que sem precisar estudar semiótica sabe que aeroporto é um lugar de aviões. E aviões são um meio de você chegar perto do... céu."



Para finalizar a brincadeira, Lúcio escreveu: " Esta do U2 foi mal. Copiar justo os Titãs, que um ano depois, em 1999, ia fazer o disco-mutreta "As Dez Mais" e "buscar inspiração" na capa de 'Definitely Maybe', o primeiro disco do grupo britânico Oasis.


Esta "descoberta", este furo investigativo, vem se juntar em importância àquele divulgado nesta coluna quando, baseado em esforço de reportagem de Edson Aran e Jardel Sebba, da Revista 'Vip', revelou-se que o astro brasileiro Caetano Veloso morreu em 1968, e seus colegas da Tropicália espalharam pistas na capa do CD 'Tropicália ou Panis et Circensis'.
Está provado. Ninguém engana esta coluna, não.
Devo estar frente a frente com Bono e o baterista Larry, em uma missão para a Ilustrada, da Folha de S.Paulo. Vou tentar encostar os caras na parede quanto ao plágio dos Titãs. Se a segurança local não vir para cima, vou tascar a pergunta. O problema é não poder levar a capa dos Titãs para desmascarar o U2. Primeiro, óbvio, porque não tenho o disco da banda paulistana. Segundo porque prometi nunca encostar a mão em um produto dos Titãs.
Até tu, Bono. Como você foi fazer uma coisa dessas. Justo você, autor da bacana frase 'A música pop diz a você que tudo está certo, enquanto o rock diz que nem tudo está certo, mas que você pode mudar isso'."

Agora, algo que não se pode negar:

"Some Days Are Better Than Others" é uma canção do U2 de 1993, do disco 'Zooropa'.
Sua introdução começa com uma batida eletrônica, e marcantes linhas de baixo em estilo funky, de Adam Clayton.
Os Titãs se reuniram em abril de 1995 para dar início aos trabalhos que resultariam no seu nono disco de carreira e afastar de uma vez por todas os rumores de que o grupo havia se separado, e novamente contariam com Jack Endino, produtor musical de Seattle, para a produção do material inédito. E o novo disco foi 'Domingo'.
No ano seguinte, 1996, o álbum foi relançado trazendo um CD bônus com uma faixa inédita das sessões de gravações, que ficou fora do lançamento do disco. A canção "Pela Paz".
E claramente, logo em sua introdução, se ouve um sampler retirado de "Some Days Are Better Than Others" do U2, mas não creditada no álbum dos Titãs.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...