Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 11 de maio de 2017

A história não contada da gravação em Los Angeles do videoclipe de "Where The Streets Have No Name" - Parte 2


A banda apresentou um mix de músicas ao vivo e um playback de "Where The Streets Have No Name" para a gravação do vídeo. Eles tocaram a canção quatro vezes antes de serem obrigados à parar.
"A coisa toda estava destinada para acontecer na hora mágica, como o sol se pôs", diz Avis, notando que o vídeo foi parado "antes" do que o previsto. "Acho que francamente [a polícia] comportou-se impecavelmente. Eles não perderam a cabeça, não ficaram com raiva, eles estavam totalmente firmes. Eventualmente, eles tiraram fora o fusível do gerador." Antecipando isso, a equipe de Meiert Avis tinha outro gerador no telhado em stand by.
Você pode ver Avis no final do vídeo, com seus cabelos longos e óculos, conversando com o empresário da banda, quando tudo está terminando.

"Bono realmente não estava realmente tentando agitar ou criar um motim; seu comentário no vídeo é: 'Eu acho que estamos sendo calados' e todo mundo estava como: 'Ah, isso era meio que inevitável.' As pessoas só aceitaram, tipo, isso foi divertido, um curto respiro de ar fresco".
A equipe foi embora para Sunset Marquis, onde eles alegremente se assistiram no noticiário.
"Estávamos sentados neste hotel de rock ' n' roll em Hollywood assistindo e a coisa toda tinha acontecido perfeitamente", diz Avis. "Foi como ganhar uma partida de futebol ou algo assim."
No dia seguinte, foi dito para Rita Wilde que a banda queria o áudio do programa de rádio dela, então ela mandou uma fita. Mas ela nunca ouviu nada sobre isso novamente – até que ela estava fazendo uma gravação em um shopping na Oxford Street em Londres.
"Eles tinham todos esses grandes monitores de TV e o vídeo apareceu e eu comecei a olhar em volta, dizendo, 'essa voz se parece com a minha.'... Que foi quando eu primeiro soube disso e era algo especial, surreal no momento", diz Wilde, que agora faz as noites na 100.3 The Sound. Ela continua sendo um grande fã. Ela estará em Vancouver para o concerto de sexta-feira, que ela calcula que será seu 57º show do U2.

Ronny Bensimon, agora com 60 anos, diz que ele tinha ouvido vagamente sobre o U2 antes desse dia e se tornou um fã depois disso.
"Uma coisa que é interessante: até recentemente, algumas pessoas que conheço, eu lhes dizia onde eu trabalho, e eles falam: 'não foi onde fizeram o vídeo do U2?'"
Avis tem uma longa lista de vídeos de música ao longo de sua carreira – e lamenta pelos diretores de videoclipes não terem um reconhecimento maior pelo seu ofício. Mas este vídeo, que ganhou um Grammy, tem sido diferente.
"Quando você conhece pessoas e elas perguntam: 'o que você faz?' E você fala que fez aquele vídeo, sempre traz um sorriso", diz ele. "Eu acho que realmente ilumina as pessoas de alguma forma isto ter acontecido, como poderia acontecer."

Do site: The Globe And Mail
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...