Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

20 Anos de 'POP': A resposta de Bono à críticas de George Harrison


Em 1997, poucos meses depois do U2 lançar 'POP' e dar início à grandiosa turnê PopMart, o Beatle George Harrison deu uma entrevista ao Le Figaro e disse: 'O que me irrita sobre a música moderna, é que tudo é baseado no ego. Olhe para um grupo como o U2. Bono e sua banda são tão egocêntricos. A única coisa importante é vender e fazer dinheiro. Não tem nada a ver com talento. Os Beatles tinha um valor que vai durar para sempre. Hoje, existem grupos que vendem muitos discos e depois desaparecem imediatamente. Vamos lembrar do U2 em 30 anos? Eu duvido."

Bono leu a entrevista de George, e sua reação foi:

"Ouvi dizer que há dois Georges: um muito místico e um muito não-místico e um pouco cruel. Acho que o George cruel não fez parte dos Beatles. Eu vou cantar "My Sweet Lord" para ele quando chegarmos a Minneapolis. Funciona muito bem sobre os acordes finais de "Mysterious Ways". Acho que deveria chamá-la de "Something She Moves in Mysterious Ways". Mas eu abençoo ele. Ainda carregaria a mala dele. Ele escreveu algumas grandes canções.
Eu ouvi uma história uma vez sobre um famoso guitarrista virtuoso, que seu nome deve permanecer anônimo. Ele estava tocando "While My Guitar Gently Weeps" no palco de um festival com George. Ele estava indo para a parte louca do solo e o som estava batendo em 11 [em um controle de volume que só vai até 10] e desligou. George foi até ele e disse, 'ela diz que chora suavemente'. Eu sempre gostei dele por isso."

NOTA: Bono brincou com o título "Something She Moves in Mysterious Ways". Foi uma ligação com a letra de "Something" dos Beatles, cantada por George, que começa com a frase "something in the way she moves".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...