Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Os Trabants, por Catharine Owens


Willie Williams, o diretor de iluminação de palco e designer dos shows do U2, foi responsável pela ideia de usar Trabants como um dispositivo elétrico de iluminação para o palco da turnê ZOOTV do U2 em 1992/1993.
Em agosto de 1991, Willie Williams contou de seus planos para os Trabants para Catharine Owens e convidou-a para se juntar à ele em algumas idéias.

Desde então, ela é a diretora visual das turnês do U2, responsável pelos elementos de vídeo utilizados pela banda.

Catharine relembra os Trabants: "Nós tínhamos um carro de Keith Haring, que chamávamos de 'Radiant Baby'. Tínhamos o carro Female Goddess. Tivémos o carro Smell The Flowers While You Can (carro de David Wojnarowicz). Era um carro roxo que, quando você se inclinava você poderia ver as flores roxas.

Tivemos o Text Car, o Graffiti Car e o True Believer Car, que era um carro amarelo com todos os tipos de ícones relacionados para a imagem de deuses, como desenhos africanos e símbolos do infinito. O Lucky Charm Trabant era rosa com um bracelete nele.
O que estava no Text Car era aleatório, era uma lista de afazeres, basicamente. E era o que precisava ser feito naquele dia. 

Era a ideia que você está viajando e pensando sobre todas essas coisas e o que está acontecendo dentro da sua cabeça. Perguntava a algumas pessoas em volta, "o que está fazendo hoje?" E tudo o que eles diziam eu colocava no carro. Eram coisas como, "telefone para isso, pegue isso, busque aquilo", coisas aleatórias que se juntavam.

Acho que ao todo, eu fiz talvez oito deles. E então, como a turnê durou mais de dois anos, alguns carros foram substituídos devido à danos. Mas eu acho que eles só foram substituídos com cores sólidas. Não acho que eles foram substituídos com obras de arte."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...