Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Grupo paramilitar pode estar por trás da revenda de ingressos da 'The Joshua Tree Tour 2017'


Um grupo paramilitar pode estar por trás dos golpes de venda de ingressos da 'The Joshua Tree Tour 2017' do U2, revelou um especialista.
Suspeita-se que a gangue, que tem ligações com o crime organizado, está financiando softwares sofisticados para "arrematar" grandes quantidades de ingressos em grandes sites como a Ticketmaster, que são vendidos depois em sites de revendas por preços muito inflacionados.
Muitos acabam sendo vendidos por €1.000 ou mais no Seatwave, uma empresa da Ticketmaster, que está sofrendo pesadas críticas por fornecer uma plataforma para estes preços exorbitantes.
A tecnologia permite que os fraudadores finjam ser várias pessoas ao mesmo tempo e consigam os ingressos.
Um dos maiores peritos no assunto, da Grã-Bretanha, disse que o golpe está tornando quase impossível para verdadeiros fãs comprarem ingressos para shows de alta procura- e alertou para uma conexão sinistra do escândalo dentro da Irlanda.
A CCPC (Competition and Consumer Protection Commission) investiga o problema depois de os ingressos para a turnê de aniversário de The Joshua Tree do U2 terem sido colocados à venda por mais de 1.000 € por pessoa, e Reg Walker disse: "existem outros grupos de crime organizado de venda de ingressos, que estão ligados à atividade paramilitares em Dublin no momento e em Marbella na Espanha. Eles estão apoiando alguns dos vendedores financeiramente que estão ativos no mercado secundário. Alguns foram apoiados e financiados pelos principais importadores de drogas, classe A."
Ele fez seus comentários antes do Natal para um comitê em Londres, mas só foi divulgado esta semana no programa de rádio da RTE, This Week.
Walker disse: "os consumidores não têm praticamente chance nenhuma de conseguir um ingresso de maneira decente para um evento de alto nível. Os grupos que operam no mercado secundário facilitam cambistas profissionais, pagando à eles antecipadamente e fornecendo um software poderoso. e assim estes cambistas conseguem comprar milhares de ingressos nos sites de venda. É uma tecnologia muito avançada."
O deputado Stephen Donnelly, que escreveu para a CCPC após os relatos de milhares de fãs do U2 que ficaram sem ingressos, disse estar chocado ao saber do envolvimento dos paramilitares de Dublin na operação de venda de ingressos. "Isso aumenta a gravidade da situação."
Ele continuou: "Onde pode haver alegações de comportamento de cartel, uma seleção aleatória em 1.000 ingressos pode ser rastreada para seguir o pagamento de volta até o comprador. Então seremos capazes de saber quem comprou esses ingressos, como os revendedores colocaram as mãos sobre eles, e se estão ligados ao crime organizado."
Ele pediu cautela, no entanto, em fazer acusações sem qualquer evidência sólida de ilegalidade.

Do site: Dublin Live
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...