Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quinta-feira, 3 de março de 2016

“Sometimes You Can’t Make It On Your Own”: a canção que demorou para acontecer


“Sometimes You Can’t Make It On Your Own” é uma canção do U2 que teve que ser trabalhada nas gravações de dois discos da banda, até ser lançada. Por mais ou menos 5 anos a banda mexeu nela, e The Edge explica o motivo:

"Uma canção que demorou para acontecer foi “Sometimes You Can’t Make It On Your Own”. Começamos a trabalhar nela durante as sessões de 'All That You Can't Leave Behind' — antes de Brian Eno e Danny Lanois chegarem. Fizemos uma demo — ou deveria dizer diversas demos — da mesma. Trabalhamos ela através de formas diferentes. Os versos não estavam acontecendo, então eu retrabalhei isso. Então eu retrabalhei novamente e novamente. Foi uma canção muito frustrante, decepcionante, irritante. Não importava o que nós tentássemos, ela se mantinha soando muito tradicional. E há um perigo lá porque você não quer fazer um pastiche reverencial, que é o que nos fez continuar lutando. Acabamos por lançar ela, mas nós a trouxemos da aposentadoria enquanto trabalhávamos já no outro disco, 'How To Dismantle An Atomic Bomb'. Algumas músicas não querem morrer, e essa é uma maneira de identificar as boas.
O que fez a canção finalmente funcionar foi a mudança de um acorde por Bono. Algo tão insignificante! Ele mudou um acorde no verso e toda a melodia aconteceu. Mas a saga não parou por aí. Nós gravamos ela com Chris Thomas e fizemos uma gravação muito boa, mas isso não foi suficiente para mantermos ela. É frustrante. 


Então, pegamos a música para mexer nela novamente, e então foi só quando Nellee e Steve Lillywhite vieram, que chegamos ao ponto onde queríamos, da felicidade com ela."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...