Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quarta-feira, 18 de maio de 2016

iNNOCENCE + eXPERIENCE 2015 - 1° Ato


Os shows da iNNOCENCE + eXPERIENCE consiste de dois atos separados por um intervalo breve — pela primeira vez em shows do U2 shows – com um bis no final.
O primeiro ato começa com o U2 tocando "The Miracle (Of Joey Ramone)", seguido por uma mistura das primeiras canções lançadas pela banda, como "Gloria", "Two Heats Beat As One", "The Electric Co.", "Out Of Control" e uma mais recente, "California (There Is No End To Love)", que fala sobre uma das primeiras viagens da banda.
Em seguida, "Vertigo" (que remete ao disco 'Boy') e "I Will Follow". Essas músicas são tocadas com a banda embaixo de uma única lâmpada pendurada, que foi inspirada pela decoração do quarto de infância de Bono e é destinada como uma metáfora para a intimidade e a inocência da banda nos seu início.
Após 4 músicas, a banda explora mais explicitamente sua adolescência, começando com "Iris (Hold Me Close)", que Bono escreveu sobre sua mãe que morreu quando ele tinha 14 anos. O telão de vídeo do palco mostra imagens antigas de um vídeo caseiro dela, intercalado com recursos visuais de estrelas, combinando a letra da canção que compara sua influência sobre Bono ao longo dos anos, para a luz da estrela morta há muito tempo.
"I Will Follow" e "Iris (Hold Me Close)", são conhecidas como o par em homenagem à Iris Hewson, e o trecho de uma terceira canção escrita sobre sua mãe, chegou a ser cantada no início da turnê, antes de "Iris (Hold Me Close)": a canção "Mofo".
Para "Cedarwood Road", escrita sobre a rua de Dublin em que Bono cresceu, o vocalista entra na Gaiola e canta em meio a animação da rua de sua infância, dando a impressão de que ele volta para andar nela.
A transição de elementos visuais para uma representação interior da casa de infância de Bono em "Song For Someone", que foi escrita como uma canção de amor para sua esposa Ali. As imagens apresentam o filho de Bono, interpretando uma versão da infância do cantor, tentando escrever uma canção.
Na sequência, mais duas canções são tocadas, revisitando o período dos The Troubles na Irlanda. Para "Sunday Bloody Sunday", todos os quatro membros da banda tocam na passarela de ligação dos palcos, com o baterista Larry Mullen Jr tocando apenas uma única caixa. A canção é seguida por "Raised By Wolves", que foi escrita sobre os atentados de Dublin e Monaghan, de 1974.
Durante as apresentações, o telão mostra fotos das 33 vítimas.
Para a canção final do primeiro ato, "Until The End Of The World", The Edge toca dentro da Gaiola, enquanto Bono, através de sua projeção de vídeo na tela, se alinha no palco para interagir com seu colega de banda, virtualmente. A canção termina com uma chuva de páginas de Ulisses, O Senhor Das Moscas, Salmos e Alice No País Das Maravilhas, caindo do teto como confete.
Representa o fim da Inocência.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...