Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

terça-feira, 17 de maio de 2016

Dossiê iNNOCENCE + eXPERIENCE 2015 - Parte III


Depois de meses de especulação sobre uma turnê, a banda anunciou a iNNOCENCE + eXPERIENCE em 3 de dezembro de 2014. Inicialmente, 44 concertos foram agendados em 19 cidades da América do Norte e Europa, iniciando em maio de 2015, com planos também para shows em sua nativa Dublin, mas na época sem datas confirmadas. Os shows foram agendados em pares para cada local. A pré-venda de ingressos para a turnê foram oferecidas para membros do site do U2 em 4 de dezembro, antes do início da venda para o público em geral em 8 de dezembro. Em contraste com a turnê 360°, na iNNOCENCE + eXPERIENCE, o U2 tocou em arenas fechadas, a primeira vez desde sua turnê Vertigo de 2005-2006.
As datas iniciais para a turnê esgotaram-se rapidamente, levando a Live Nation à estender a turnê com datas adicionais. Durante os ensaios de turnê, a banda decidiu abandonar seus planos para alternar entre "Inocência" e "Experiência" os setlists de show para show, temendo que ficaria desapontados pela omissão de certas músicas em uma determinada noite aos espectadores. A ideia deixada de lado teria uma noite mais rock, e uma noite com arranjos mais acústicos, com orquestra em algumas canções. Uma pequena orquestra chegou a ser vista no local de ensaios da banda em Vancouver, antes da estreia da turnê.
Em 9 de setembro de 2015, a banda anunciou uma adição de seis datas a perna Europeia da turnê, o agendamento de dois shows em Belfast e quatro shows em Dublin.
Para atender os pequenos locais disponíveis na Irlanda, o grupo foi forçado a reconfigurar a produção do show. A banda doou € 2 milhões da venda de ingressos na Irlanda para a Music Generation, um programa local de ensino de música para crianças. No total, 76 shows foram marcados para a turnê.

Em 16 de novembro de 2014, Bono ficou ferido em um sério acidente de bicicleta no Central Park em Nova York. Depois que ele passou por "vários raios-x e tomografias" e cinco horas de cirurgia no Presbyterian Hospital/Weill Cornell Medical Center's Emergency Department, foi divulgado que ele sofreu fraturas da escápula, úmero, órbita e dedo mindinho.
Bono chegou a dizer que ele não tinha certeza se seria capaz de tocar guitarra novamente. A lesão obrigou a banda a cancelar uma aparição como banda principal no KROQ Almost Acoustic Christmas, bem como uma residência de uma semana como convidado musical no The Tonight Show estrelado por Jimmy Fallon.
Dias antes da noite de abertura da turnê, marcada para 14 de maio de 2015 em Vancouver, o pai do baterista Larry Mullen Jr. faleceu na Irlanda, colocando em dúvida se a banda iria prosseguir com os planos. Mullen voou para o funeral em Dublin e voltou para Vancouver em tempo para o concerto.
Na noite de abertura, enquanto a banda finalizava a última canção da noite, "I Still Haven't Found What I'm Looking For", o guitarrista The Edge caiu da passarela do palco enquanto tocava guitarra já em direção à saída. Ele escapou de qualquer lesão grave, tendo apenas um braço ralado.
Dennis Sheehan, gerente de turnê do grupo desde 1982, morreu em Los Angeles em 27 de maio de 2015 enquanto estava em turnê com a banda. Ele tinha 68 anos. Bono disse: "nós perdemos um membro da família, ainda estamos tentando lidar com isso. Ele não era apenas uma lenda no ramo da música, ele era uma lenda na nossa banda. Ele é insubstituível."

O show marcado para 20 de setembro de 2015 em Estocolmo foi adiado para uma semana mais tarde, depois de uma falha de segurança na arena, que exigiu da polícia local evacuar o prédio e buscar um suspeito.
Menos de dois meses mais tarde, os ataques terroristas em Paris em 13 de novembro forçou o adiamento de dois shows da banda que estavam marcados para 14 e 15 de novembro. Os shows foram remarcados para 6 e 7 de dezembro, tornando-se as datas finais da perna da turnê europeia.
De acordo com o produtor da turnê Arthur Fogel, o mínimo de ressarcimento nos ingressos foram solicitados (3.000 dos 34.000 ingressos vendidos). O reescalonamento trouxe desafios logísticos para a banda, pois a turnê estava marcada para terminar mais de uma semana antes em Dublin, e equipamentos já estavam definidos para serem armazenados e membros da equipe iriam para suas casas.
A segurança da arena foi reforçada para os shows remarcados. Escrevendo sobre o plano do U2 para retornar a uma Paris ainda em alerta máximo, Don Kaplan do Daily News disse que "a banda de Dublin, nascida no meio da violência que se apoderou da Irlanda na década de 1970 e 80, há muito tempo tem colaborado com outros músicos, artistas, celebridades e políticos, para tratar de questões relativas à pobreza, doença e injustiça social. Agora que eles optaram por desafiarem o terrorismo e o medo, não deve ser surpresa para ninguém."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...