Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Mais Forte Que O Medo: U2 realiza primeiro show em Belfast pela turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE


Após o cancelamento das duas apresentações restantes em Paris devido aos ataques terroristas, o U2 retomou hoje a turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE fazendo o primeiro de dois shows em Belfast, Irlanda do Norte. A última vez que a banda havia tocado na cidade, tinha sido na Popmart em 1997.
Em uma entrevista exclusiva para a Hot Press, The Edge havia confirmado que "Raised By Wolves" definitivamente estaria no setlist nos shows em Belfast.
Essa foi a resposta aos comentários feitos pelo ex prefeito e político de Belfast, Jim Rodgers, que estava incomodado pelo fato de que a faixa é uma referência aos atentados à bomba de maio de 1974 em Monaghan e Dublin, e também reclamava pelo U2 utilizar sons de uma explosão de bomba antes da performance.
Edge disse que a performance poderia sofrer alguma alteração: "Nós ainda estamos trabalhando nela."


Essa alteração veio em novos visuais no telão, que agora além das vítimas das bombas, prestam também um tributo às vítimas do The Troubles em toda a Irlanda, como o conhecido Massacre com a The Miami Showband, Bloody Sunday e Omagh. No final, o telão destaca ALL:

Houve um rumor que o U2 estaria testando um sampler do remix de "Numb" pelo Emergency Broadcast Network, para utilizar em alguma performance, ou na parte Intermission do show. Isto não aconteceu.
Como uma homenagem dos fãs, eles foram vestidos de branco, movimento que foi chamado de White Out Belfast, em solidariedade às vítimas dos atentados em Paris. Larry Mullen também vestiu branco.
Já na homenagem da banda, a SSE Arena foi iluminada com as cores da bandeira da França em "City Of Blinding Lights", e Bono gritou "Viva la France!"

"Vocês são heróis para nós", Bono disse ao público que esgotou os ingressos.
"É ótimo estar aqui no coração de Belfast. O que estava acontecendo aqui causou um grande impacto em nossa adolescência."


Na introdução de Stephen Hawking, o telão trouxe no início, a hashtag # Stronger Than Fear.

Durante o show, Bono fez diversas referências aos atentados, e mudou alguns trechos de canções e algumas de suas falas, como em "Bullet The Blue Sky". Bono não usou "I'm in danger, I'm not dangerous". Ele usou "Who's in danger? Who's dangerous?", uma referência ao fato de que alguns dos terroristas envolvidos nos ataques em Paris, viajaram para a França infiltrados no meio dos refugiados.
Em "Zooropa", Bono pergunta "What do you want?", e hoje ele respondeu: "Um lugar chamado lar, onde recusamos o ódio, porque sabemos que o amor vai fazer um trabalho melhor!"
28 anos depois, "Sunday Bloody Sunday" foi tocada em Belfast. Ela é sobre o confronto entre manifestantes católicos e protestantes, e o exército inglês ocorrido em Derry, Irlanda do Norte, no dia 30 de janeiro de 1972, que deixou 14 ativistas católicos mortos e 26 feridos. "Lembre-se das vítimas", foi o slogan no telão.


O segundo show em Belfast não trouxe novidades. Vale mencionar que a banda tocou "Bad" e fechou o show com "40".

Agradecimento: U2 Gigs - @U2
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...