Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Da Inocência à Experiência: 37 anos de shows do U2 em Dublin


A volta para casa! Hoje, o U2 realiza o primeiro de quatro shows em Dublin pela turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE. E uma matéria do Irish Times faz um pequeno review de shows da banda em Dublin nos últimos 37 anos, desde 1978. A visão é de Tony Clayton-Lea:

09 de Setembro de 1978 - Top Hat Ballroom, Dun Laoghaire, Co Dublin
O U2 abre o show para o The Stranglers e a recepção é muito fria (com cuspes na direção da banda) de uma platéia de partidários do punk rock. Bono tinha um pouco de medo do confronto.

20 de Dezembro de 1978 - Stardust Ballroom, Artane, Dublin
O U2 abre para o The Greedy Bastards, um supergrupo com membros do Thin Lizzy e Sex Pistols. Foi um show quente. O U2 era abismal.

27 de Julho de 1980 - Leixlip Castle, Co Kildare
O U2 em um show ao ar livre junto com The Police, Moondogs, John Otway, Q-Tips (com um muito jovem Paul Young) e Squeeze. O U2 começou a fazer sentido – canções como "11 O Clock Tick Tock" e seu novo single "A Day Without Me" (que é tocada duas vezes), são ótimas. Bono sobe as pilhas de alto-falantes. E assim teve início.

22 de Dezembro de 1980 - The TV Club, Harcourt Street, Dublin
O U2 volta para casa com o relativo sucesso de seus shows de estréia nos EUA, e a aclamação que a crítica concedeu ao álbum de estréia, 'Boy', que foi lançado em outubro. Outro show quente na cidade, a banda é excepcional. Não há mais aquela arrogância em Bono. O som do baixo de Adam Clayton está melhorando.

16 de Agosto de 1981 - Castelo de Slane, Co Meath
Em um concerto ao ar livre, a banda abre para o Thin Lizzy. Eles mostram algumas faixas do próximo álbum, 'October' (incluindo "Gloria", "Fire" e a faixa-título), mas são canções como "I Will Follow" e "Out of Control" que causam boa impressão. O tamanho do local destaca certas deficiências. Os discursos de Bono não ajudam.

18 de Julho de 1982 - Punchestown Racecourse, Co. Kildare
Um show de arrecadação de fundos da Hot Press. A atração principal é Rory Gallagher (outros incluem Paul Brady, Simple Minds, De Dannan e Big Self). U2 estão constantemente fazendo seu caminho num contexto ao vivo. Bono está tornando-se cada vez mais seguro de si. As canções estão realmente crescendo. "Gloria", "A Day Without Me", "I Will Follow", "Out Of Control", "11 O Clock Tick Tock" soam como clássicos.

29 de Junho de 1985 - Croke Park, Dublin
No espaço de dois anos, foram lançados os álbuns 'War' e 'The Unforgettable Fire'. Singles como "New Years Day", "Two Hearts Beat As One" e "Pride (In The Name Of Love)" são sucessos em muitos territórios, e até mesmo faixas como "40" e "Bad" são bem conhecidas. "The Jacks estão de volta", diz Bono. O U2 é a atração principal na frente de 57.000 pessoas. 57.000 pessoas vão à loucura. A banda toca "My Hometown" de Bruce Springsteen no bis.

27/28 de Junho de 1987 - Croke Park, Dublin
Vários meses depois do lançamento do álbum 'The Joshua Tree', a banda mais badalada da música rock vem para a cidade. Bono e suas besteiras, Larry não envelheceu um dia, Edge está ficando careca e o sério Adam é o baixista mais sortudo do mundo. "Where The Streets Have No Name". "Running To Stand Still". "With Or Without You".

30 de Dezembro de 1989 - The Point, Dublin
Final de década com o em grande parte decepcionante álbum 'Rattle And Hum' e Bono jurando que U2 "tem que ir embora e sonhar tudo novamente", este é o primeiro show do U2 indoor desde 1982. É uma excelente performance. Quem na Terra saberia o que o U2 iria fazer em seguida?

14 de Agosto de 1993: Roundhay Park, Leeds, Reino Unido - 27 de Agosto de 1993: RDS, Dublin
Quando você pensava que o U2 não poderia (ou não queria) surpreender mais, eles surgem com dois de seus melhores álbuns e uma mudança no visual de shows de rock em estádios. Sátira, slogans bombásticos, o personagem Macphisto. Um espetáculo surpreendente, inteligente, com boas canções para apoiá-lo.

30 e 31 de Agosto de 1997 - Lansdowne Road, Dublin
Nem mesmo o elaborado show (e cheio de excessos) conseguiu esconder a fraqueza do álbum 'POP' e o desempenho superficial.

25 de Agosto de 2001 - 1° de Setembro de 2001 - Castelo de Slane, Co Meath
De volta ao básico? Mais ou menos. A extravagância é substituída pela simplicidade (relativa). Cetim é substituído por couro. "Estamos de volta, para repetir o trabalho de melhor banda do mundo", diz Bono (ainda em alta depois de todos esses anos). Dito isto, dois shows da banda provam que estão à altura da tarefa. Emocionante, emotivo e absolutamente excepcional.

24 de Junho de 2005 - Croke Park, Dublin
O show da turnê Vertigo é despojado da mesma forma e, comparativamente, íntimo. Crucialmente a banda revisita seu passado como canções do álbum de estreia, 'Boy'. Um show de estádio sutilmente projetado, com algumas destruidoras novas canções ("Vertigo", "City Of Blinding Lights") adicionam a textura a uma unidade musical claramente revigorada.

24 de Julho de 2009 - Croke Park, Dublin
Apoiando o álbum mais fraco de sua carreira ('No Line On The Horizon'), a configuração do inovador palco para essa turnê 360º acomoda uma enorme estrutura de quatro patas, apelidada de "Garra". O show tem um efeito estranhamente profundo. Muito estranho, mas surpreendente, no entanto.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...