Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

U2 é acusado por político da Irlanda, de insensibilidade pela montagem de "Raised By Wolves" na turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE


O Justice For The Forgotten, um projeto da organização não governamental do Pat Finucane Centre, parabenizou tempos atrás o U2 por destacarem em sua nova turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE, a situação das famílias em luto e sobreviventes dos atentados de Dublin e Monaghan.
A canção "Raised By Wolves" lida com o impacto direto e pessoal desse dia, 41 anos atrás, quando três carros bombas explodiram em Dublin e um quarto causou devastação em Monaghan, em 17 de maio de 1974.
As bombas mataram 34 pessoas, incluindo uma mulher grávida e seu bebê.
É a maior perda de vidas em um único dia de conflito e embora reivindicado pela Força Voluntária do Ulster, evidências indicam o envolvimento do exército britânico e da inteligência britânica.

O Belfast Telegraph agora diz que devido ao resultado desta montagem no show, o U2 têm sido acusado de insensibilidade para com as vítimas das atrocidades republicanas, como o bombardeio de Shankill e o massacre de Kingsmills.
A música nos shows, é precedida por sons de explosões que reverberam em torno das arenas.
O político da Irlanda do Norte, Jim Rodgers, do Partido Unionista de Ulster, expressou sua raiva contra a natureza "unilateral" do tributo do U2, que disse que "poderia causar um motim".
"É uma ideia muito ruim e é mais decepcionante, porque eles claramente não pensaram nisso ao fazer isto. Não há uma hierarquia de vítimas. As bombas foram absolutamente horrendas na época e eu os condeno totalmente. As famílias ainda estão de luto, e eles ainda estão sofrendo pela perda de seus entes queridos. E você tem que lembrar que muitas pessoas na Irlanda do Norte perderam pessoas próximas deles nestes mais de 40 anos de violência contínua."
O Sr. Rodgers disse que espera que os membros da banda revejam a composição de seu show para os shows esgotados que acontecerão na Arena SSE em 18 e 19 de novembro.
"Eles devem alterar o set antes de virem para Belfast, porque tenho certeza que muitos de seus fãs, como eu, ficarão absolutamente horrorizados se eles não fizerem isso. Eu também espero que seus assessores possam esclarecer as razões por que eles apenas se referem as bombas de Dublin e Monaghan, e não todas aquelas que tiveram lugar em praticamente todas as partes da Irlanda do Norte. Se eles não levarem isso em consideração, eu espero que não haja uma reação desagradável para eles, porque isso seria absolutamente terrível, mas acredito firmemente que eles estão analisando isto. No pior das hipóteses, pode haver um tumulto se não alterarem o seu material."
Não se sabe se a banda fará alguma alteração no setlist nos shows em Belfast. Um porta-voz da banda, no entanto, disse ao Belfast Telegraph: "o setlist só é definido no dia de um show. Respeito "Raised By Wolves", a mensagem principal da obra é que em todos os lugares se necessita de verdade e reconciliação."

Bono no passado, pronunciou-se contra todas as formas de violência na Irlanda e além dela.
No dia do bombardeio de Enniskillen, em 8 de novembro de 1987, ele se entregou à uma apaixonada condenação no palco à atrocidade, durante um show do U2 em Denver, Colorado, censurando o republicanismo "poltrona" de muitos irlandeses-americanos e acrescentando que a maioria das pessoas na República não apoiavam o IRA.
E, quando o U2 apareceu pela última vez em Belfast, em um especial de 1997 com um concerto no Waterfront Hall apoiando o Good Friday Agreement, Bono trouxe o ex líder sindicalista de Ulster, David Trimble, e o ex- chefe SDLP John Hume para o palco.
Ele também escreveu "Peace On Earth", uma canção que reconhe as vítimas da bomba em Omagh em 15 de agosto de 1998.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...