Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

A "versão limpa" da canção "Bad" ao vivo, que evitou problemas com direitos autorais


A canção "Bad" do U2, teve origem à partir de um riff improvisado na guitarra durante uma jam session no Slane Castle nas gravações do disco 'The Unforgettable Fire'. A faixa básica foi concluída em apenas três takes.
The Edge diz que "quando Larry Mullen deixa as escovas e pega as baquetas, ele cria uma pausa que tem um efeito incrivelmente dramático."
O produtor Brian Eno adicionou os arpejos do seqüenciador que acompanham a música.
"Bad" ao vivo talvez seja a canção em que Bono mais utilizou trechos de outras canções. Mais de 50 canções de outros artistas e bandas, e até mesmo do U2, foram cantadas na letra de "Bad" nos palcos nestes 31 anos desde o lançamento da faixa. Elas variam desde breve citações em uma única linha, até versos inteiros.
Bono costuma inserir as canções logo após a linha "I'm not sleeping", e já chegou a utilizar 6 trechos de diferentes canções em uma única performance de "Bad".
Inacreditavelmente, há uma versão de "Bad" registrada ao vivo, que não contém nenhum trecho de outra canção!
"Bad" foi incluída como a primeira faixa do EP de 1985 'Wide Awake In America', sendo esta uma versão ao vivo gravada na Arena NEC de Birmingham em 12 de novembro de 1984 durante a passagem de som. Esta versão inclui bases pré-gravadas, e foi inserido depois o áudio do público ao vivo para parecer retirada de um show normal.
Não há outros trechos de músicas nesta versão por razões de direitos autorais, obviamente, já que a banda em 1983 na turnê 'War' sofreu com isso no lançamento de 'Under A Blood Red Sky', por causa do trecho de "Send In The Clowns" em "The Electric Co."



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...