Anúncios

Ainda Não Encontrou O Que Procura? Pesquise Aqui!

domingo, 6 de dezembro de 2015

Com aviso ao público que haveria som de explosão de bomba, U2 realiza primeiro dos dois concertos adiados na França pela turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE


Hoje o U2 realizou o maior concerto em Paris desde os ataques coordenados do estado islâmico. O primeiro dos dois shows adiados em novembro da turnê iNNOCENCE + eXPERIENCE foi gravado para servir de backup para a transmissão da HBO amanhã do segundo e último show. O especial tem o título de 'U2: iNNOCENCE + eXPERIENCE Live In Paris'.
Maior sala de concertos da França, O AccordHotel Arena mostrava segurança máxima na noite deste domingo.
Foi o penúltimo show desta temporada. A banda no próximo ano deve modificar os shows, com o lançamento do próximo disco, e muitas destas canções que compõem os sets atualmente não deverão ser mais tocadas nesta turnê.
Dias atrás, The Edge revelou em entrevista que o U2 estava "pensando em uns convidados especiais" como uma homenagem. Alguns sites revelaram que Patti Smith havia confirmado que estaria no palco com o U2.
A Billboard afirmou que o Eagle Of Death Metal completo estaria no palco com o U2 na última canção do show de hoje.
O U2.COM hoje mais cedo avisou: "Estamos de volta a Paris, e é muito bom estar aqui. Algumas pessoas têm dito que o Eagles of Death Metal irá aparecer no palco com o U2 hoje à noite. Isto não vai acontecer. Temos outro convidado surpresa planejado para o show de hoje."
Pouco tempo depois, um vídeo da banda ensaiando "People Have The Power" foi postado nas redes sociais. A surpresa estava revelada! Patti repetiu a performance que aconteceu em Londres na turnê, com um trecho de "Gloria" de Van Morrison, e sua "People Have The Power".


Uma nova camiseta estava sendo vendida no merchandising, com uma estampa curiosa:

Antes do show começar, um aviso no sistema de som alertou as pessoas presentes que no concerto haveria um grande som de explosão de bomba, que a banda utiliza em "Raised By Wolves".
"Se você ama a liberdade, Paris é sua cidade natal", disse Bono ao pisar no palco.
Antes da performance de "Iris (Hold Me Close)", Bono falou com público, em inglês e francês, sobre os ataques terroristas e a natureza do sofrimento. Ele disse: "A dor é como uma ferida que nunca se fecha. Ainda estou sentindo isso... e eu tinha 14 anos quando minha mãe me deixou, mas ela me deixou como um artista e esta ferida tornou-se uma abertura para um outro mundo e encontrei estes três caras. Rock' n roll me salvou, estes caras me salvaram, vocês me salvaram. Nós não podemos salvá-los, mas nossas orações hoje é para ser útil para vocês esta noite... somos seus servos esta noite."
Ontem completou 2 anos da morte de Nelson Mandela, e a banda tocou "Ordinary Love".
Após "City Of Blinding Lights", Bono cantou um trecho de "Ne Me Quitte Pas", e o telão trouxe uma homenagem, com a arena iluminada pelas cores da bandeira da França, e os nomes das vítimas dos atentados, organizados em azul, branco e vermelho, compondo a imagem da bandeira francesa. Ao centro, estava o desenho do Jean Jullien, uma releitura do símbolo da paz que conta com a imagem da Torre Eiffel e que rodou o mundo após o atentado de 13 de novembro.



A banda realizou no Superbowl em 2001, uma homenagem parecida, para as vítimas dos atentados de 11 de Setembro.

O vídeo da performance de hoje:


"Bad" foi tocada (o setlist vazou antes na internet), e é muito aguardada pelos fãs para fazer parte do último show, o da transmissão da HBO.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...