Anúncios

segunda-feira, 13 de julho de 2015

13 de Julho de 1985 - 13 de Julho de 2015: 30 Anos do U2 no Live Aid - Parte03


A banda perdeu contato visual com seu vocalista. A última imagem registrada de Larry Mullen, Adam Clayton e The Edge foi dois minutos antes, no momento em que Bono largou o microfone no chão do palco, pouco antes de sua descida para a passarela.
Se dois minutos podem ser uma eternidade na frente de uma platéia ao vivo, imagina na frente de uma audiência global de TV.
Durante esse tempo, os três músicos foram heroicos, com Adam Clayton tocando suas linhas de baixo em variações menores, mas convincentes. "Quanto tempo faremos isso?", Larry Mullen disse que pensou ali. "Aquilo estava meio insuportável. Não sabíamos se deveríamos parar, não sabíamos onde ele estava, não sabíamos se ele tinha caído."
The Edge recorda: "o mergulho de Bono no meio do multidão foi um pouco errado, porque ele tinha muitos obstáculos para subir de volta, até o palco principal. Foi um show de estádio enorme com várias barreiras e trilhos de câmeras e uma diferença de nível entre o palco e o chão que deveria ser de uns 6 metros. Perdemos ele de vista completamente. Ele esteve fora por tanto tempo que eu comecei a pensar que talvez ele havia decidido terminar o set mais cedo e estava indo para o camarim. Eu estava totalmente perdido, e eu estava olhando para Adam e Larry para ver se eles sabiam o que está acontecendo, e eles estavam olhando para mim em completo pânico em seus rostos."
Edge concluiu: "Fiquei feliz que as câmeras não mostraram o resto da banda durante todo aquele drama, porque nós parecíamos os Três Patetas lá em cima".
Quando a banda estava prestes a parar de tocar a canção, Bono subiu por uma escada, que era para o grupo de fotógrafos, e voltou ao palco principal, sendo visto novamente pelos seus companheiros de banda e pela multidão de Wembley.
Bono mais tarde admitiu: "Eu tinha abandonado para tentar encontrar um momento televisivo, e me esqueci de nossa música."
Melanie e Elaine Hills estavam em pé na passarela, esperando por Bono. Ele abraçou a Melanie e girou com ela, e então puxou Elaine para se juntar naquele abraço, dando-lhe um beijo na testa. "Foi um grande beijo molhado", disse Elaine. "Ele tinha os cabelos molhados estava todo suado, e eu pensei, 'uau'."
Bono estendeu o braço a espera de um microfone, que o roadie Greg vai buscar no pedestal no palco. O relógio marca 05:34 p.m. em Londres.
Novamente, a voz de Bono é ouvida no estádio, e ele diz "aqui vamos nós!". Elaine Hills está deixando a passarela, mas antes Bono se despede dela com um beijo.
Bono sabe que sua aventura tomou todo o tempo previsto pela banda para tocar a terceira canção planejada: "Pride (In The Name Of Love)". Então "Bad" será mesmo a canção final da apresentação do U2 no Live Aid, com um total de 12 minutos de duração.
Ainda resta um tempo para Bono pedir uma leve pausa para a banda nos instrumentos, e cantar trechos de "Ruby Tuesday" e "Sympathy For The Devil" dos Rolling Stones. Ele também inclui "Walk On The Wild Side" de Lou Reed, começando com "do do do do do do" e modificando a letra, cantando: "Holly came from Miami, F-L-A/Hitchhiked all the way across the U.S.A./She could hear the satellite coming down/Pretty soon she was in London town: Wembley Stadium."
"Obrigado", Bono diz para a multidão. "Deus abençõe vocês." Ele larga o microfone no chão, volta para o palco principal e passa por seus companheiros de banda, enquanto eles continuam tocando a canção. Na saída, Bono pega uma toalha branca e acena para a multidão, que agora está em êxtase.
O vídeo termina com uma breve imagem de um helicóptero: uma filmagem de Phil Collins, fazendo a sua viagem de Wembley para Filadélfia através do Concorde.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Blog U2 Sombras e Árvores Altas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...